8h – Ataques a mesquitas deixam mais de 40 mortos na Nova Zelândia

Homem usou um rifle automático para atingir os fieis e transmitir o massacre, ao vivo, pela internet.

0
Foto: Mark Baker/AP

Ataques simultâneos a duas mesquitas, na Nova Zelândia, deixaram 49 mortos e 48 feridos nesta sexta-feira (15). Ao menos quatro pessoas envolvidas nos ataques foram detidas: três homens – dos quais um seria australiano – e uma mulher. A polícia local informou, porém, que não está descartada a hipótese de que outros agressores estejam envolvidos e estejam foragidos. Um homem usou um rifle automático para atingir os fieis e transmitir o massacre, ao vivo, pela internet. O vídeo mostrou ele atirando sem parar enquanto caminhava. Fonte: G1


Ouça o programa 

 

 


 

Governo realiza leilão de concessão de 12 aeroportos nesta sexta-feira

O primeiro leilão de concessão do governo de Jair Bolsonaro será realizado nesta sexta-feira, 14, a partir das 10 horas, na B3, em São Paulo. A estreia da nova administração nas licitações vai ocorrer com 12 aeroportos localizados nas regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, que hoje respondem por 9,5% do mercado doméstico, com quase 20 milhões de passageiros/ano. No mínimo, o governo vai embolsar R$ 218 milhões com o leilão. Os terminais vão exigir investimentos de R$ 1,47 bilhão nos primeiros cinco anos. Fonte: Estadão

Coaf aponta depósito de R$ 100 mil na conta de Ronnie Lessa; MP pede bloqueio de bens

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou um depósito de R$ 100 mil, em dinheiro, na conta do policial reformado Ronnie Lessa, denunciado pelo assassinato de Marielle e Anderson. O Ministério Público citou esse relatório em um pedido de bloqueio dos bens de Lessa e do ex-PM Élcio Queiroz, também preso. O depósito foi feito na boca do caixa, no dia 9 de outubro de 2018, sete meses depois do crime. O MP pediu o bloqueio para garantir a indenização por danos morais e materiais às famílias da vereadora e do motorista. Fonte: G1

Promotores mostram fotos de Bernardo morto e apontam culpa dos quatro réus por ‘homicídio repugnante’

O júri do assassinato do menino Bernardo Boldrini chegou nesta quinta-feira (14) à fase de debate entre defesa e acusação. Durante a explanação dos promotores, foram exibidas fotos do cadáver da criança, em um dos momentos de maior comoção do julgamento popular que é realizado desde o início da semana no Fórum de Três Passos, no Noroeste do Rio Grande do Sul. O pai Leandro Boldrini, no entanto, recusou-se a ver as fotos e pediu para se retirar do salão do júri por meio de sua defesa. Alguns presentes choraram ao ver o estado do corpo sem vida, outros preferiram desviar o olhar daquela cena. Entre os réus presentes no salão do júri, apenas Evandro teve coragem de olhar para a tela. O júri foi suspenso por volta da 00:20 e será retomado às 10h desta sexta-feira (15). Fonte: G1

Para baixar custo de energia, Paulo Guedes quer mudança radical na exploração de gás

A promessa do ministro da Economia, Paulo Guedes, de reduzir em até 50% o custo da energia do país tem como pressuposto uma mudança radical no modelo de exploração do gás natural. A Petrobras tem o monopólio na exploração e também é proprietária da rede de dutos. Nessa cadeia também entram as distribuidoras estatuais, que levam o insumo até o consumidor final. A discussão da mudança no modelo já está avançada. Envolve os ministérios de Minas e Energia e da Economia, a Petrobras e entidades do setor privado. Até mesmo um projeto de lei que propõe a alteração das regras do setor e que estava paralisado na Câmara foi desengavetado.

STF decide que Justiça Eleitoral pode julgar corrupção da Lava Jato

Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira a favor da competência da Justiça Eleitoral para investigar casos de corrupção quando envolverem simultaneamente caixa 2 de campanha e outros crimes comuns, como lavagem de dinheiro, que são investigados na Operação Lava Jato. Com o fim do julgamento, os processos contra políticos investigados na Lava Jato e outras apurações que envolvam simultaneamente esses tipos de crimes deverão ser enviados da Justiça Federal, onde tramitam atualmente, para a Justiça Eleitoral, que tem estrutura menor para supervisionar a investigação. Fonte: Correio do Povo

Presidente Jair Bolsonaro quer retirar placa de carros do Mercosul

Em transmissão ao vivo no Facebook, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (14) que pretende retirar as placas do Mercosul de circulação no Brasil. “Vamos, com o nosso ministro Tarcísio [Freitas, de Infraestrutura], ver se a gente consegue anular a placa [de trânsito] do Mercosul. É 1 constrangimento, uma despesa a mais”, afirmou. Bolsonaro gravou o vídeo ao lado dos ministros de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. O novo modelo de placas, que começou a ser instalado no ano passado em diversos estados do país, entre eles o Rio Grande do Sul, é alvo de críticas pelo valor, no mínimo R$ 250, e por não trazer a cidade de registro do carro. No entanto, nenhum prazo foi definido para o anúncio de mudanças no emplacamento veicular. / GH / Correio do Povo

Prefeitura de Lajeado suspende reparos na iluminação da BR-386 após concessão da rodovia

Com licitação assinada em dezembro de 2018 para a compra de 51 postes metálicos, a Prefeitura de Lajeado esbarrou em questões burocráticas para efetivar a instalação de novos pontos de iluminação pública em trechos da BR-386 no município. A suspensão parcial dos reparos ocorre por conta da concessão da rodovia. Desde fevereiro, a CCR ViaSul assumiu a estrada, por meio de concessão pública federal. Por isso que a administração tenta ajustar os detalhes para saber o futuro do edital. Na quarta-feira (13), o coordenador de Projetos Especiais do governo, Isidoro Fornari Neto esteve em Porto Alegre em reunião com engenheiros e representantes da CCR ViaSul, momento em que apresentou a demanda da iluminação. NR

Fifa deve aprovar Mundial de Clubes e dar mais um passo para ter 48 seleções já na Copa do Catar

O resultado de uma reunião a ser realizada em Miami nesta sexta-feira será definitiva para o futuro do futebol mundial. O Conselho da Fifa deve aprovar a criação de um novo Mundial de Clubes e dar mais um passo para a Copa do Mundo ter 48 seleções (em vez de 32) já em sua próxima edição, a ser realizada no Catar, em 2022. A Fifa quer um Mundial de Clubes disputado a cada quatro anos, a partir de 2021, por 24 clubes – e com seis vagas para a América do Sul. Esta nova competição substituiria não apenas o “velho” Mundial de Clubes como também a Copa das Confederações, dois torneios considerados fracassos técnicos e de público pela própria Fifa. Fonte: Portal Globo Esporte

Produção e apresentação: Gabriela Hautrive
Próxima edição: hoje ao meio-dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui