Alvo de execução na Cidade Baixa, em Porto Alegre, era procurado pela polícia e por facções

0
Foto: Franceli Stefani / Especial / CP

A operação Xeque-Mate, desencadeada pela Polícia Civil nesta segunda-feira (11), prendeu criminosos que estariam relacionados a execuções ocorridas na Cidade Baixa e no Jardim Botânico. Todas têm relação com a disputa pelo tráfico de drogas em Porto Alegre.

A titular da 2ª Delegacia de Polícia de Homicídios, delegada Roberta Bertoldo, relatou em entrevista coletiva que no caso das mortes ocorridas na João Alfredo, o alvo principal era procurado pela Polícia Civil e por facções rivais. Ela destacou que “todas as prisões foram decretadas nos autos de investigação que apurou o caso. O alvo do ataque era Roger (Abreu de Oliveira, de 24 anos), que tinha dois mandados de prisão contra ele pelos crimes de homicídio e com antecedentes por tráfico de drogas. Ele tinha ciência de que era procurado, tanto pela Polícia Civil, quanto por facções rivais”.

Além de Oliveira, na ocasião, outras duas pessoas foram mortas na Cidade Baixa: Salmeron Bartz Costa, 28 anos e Cassiane Alves da Rocha, 21. Foram contabilizados cerca de 15 disparos no momento do ataque. A ofensiva de hoje prendeu na Vila Cruzeiro três pessoas suspeitas de terem participado dos disparos.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui