As diferenças entre cosméticos naturais, orgânicos e veganos e seus benefícios à saúde

A Pharma Natural é pioneira em cosméticos naturais, orgânicos e veganos em Lajeado.

1
Stefani Natali Stoll e a apresentadora Aline Silva (Foto: Tiago Silva)

A Pharma Natural é pioneira em cosméticos naturais, orgânicos e veganos em Lajeado. Ela foi pensada quando a proprietária, Stefani Natali Stoll, finalizou o seu mestrado em biotecnologia em saúde na Univates. No dia 7 de fevereiro, a Pharma Natural completa um ano no mercado, atendendo ao público na Rua João Batista de Melo.

No programa Papos de Mulher deste sábado (19), a idealizadora detalhou o trabalho da empresa e as diferenças de classificações dos produtos.

Assista ao programa

Conforme Stefani, os produtos podem ser descritos como vegano quando são elaborados sem a realização de testes em animais, bem como não contêm em sua composição qualquer substância de origem animal. Já o cosmético orgânico é devidamente certificado. “Não possui metais pesados, como alumínio, fluor e parabeno”, explica.

Stefani reconhece que produtos orgânicos e veganos têm um preço mais elevado no mercado, mas traz um diferencial competitivo em saúde: “Eu chamo atenção para o valor. Que valor ele terá para a sua vida?”, questiona. A durabilidade dos cosméticos elaborados dessa forma é maior, ressalta ela. “Tem produtos naturais que têm durabilidade duas a três vezes maior que os convencionais”, compara.

Além desse fator, pesam a favor de naturais, orgânicos e veganos a menor incidência de alergias. “Não tendo compostos alérgicos, ele [cosmético natural] acaba sendo melhor reconhecido pela nossa pele, evitando reações alérgicas”, analisa.

Para a mestre em biotecnologia, a busca por mais saúde, o conhecimento das substâncias nocivas, o índice de alergias trazidos por compostos convencionas e a preocupação com a sustentabilidade impulsionam o crescimento do mercado para produtos naturais, orgânicos ou veganos.

Saiba mais

A Pharma Natural localiza-se na Rua João Batista de Melo, no Centro de Lajeado, próximo à Arla. Pode ser contatada pelo telefone (51) 3707-0300, site www.pharmanatural.far.br, ou ainda pelo e-mail contato@pharmanatural.far.br. A empresa está presente nas redes sociais, com página no Facebook  e no Instagram. TS


YouTube proíbe vídeos com pegadinhas perigosas e dolorosas

Vídeos do YouTube que retratam desafios, pegadinhas perigosas ou são emocionalmente desgastantes foram banidos da plataforma. A medida é uma resposta a uma série de “desafios” que viralizaram na internet. Alguns chegaram a deixar mortos e feridos. O site de compartilhamento de vídeos, que pertence ao Google, informou que esse tipo de material “não tem espaço no YouTube”.

No entanto, a empresa parece não estar conseguindo aplicar com eficiência o banimento de vídeos que ferem as normas da plataforma. Uma reportagem da Buzfeed detalhou como imagens de sexo com animais ou que fazem alusão a essa prática continuam a aparecer no site, embora em abril a plataforma tivesse decidido remover esse tipo de material. Alguns vídeos atraíram milhões de visualizações. O YouTube disse que “trabalha para reforçar fortemente as políticas de monetização para eliminar incentivos a esses abusos”.

Em maio, uma mulher do Estado americano de Minnesota, Monalisa Perez, de 20 anos, foi condenada a seis meses de prisão depois de matar o namorado, Mario Ruiz, a tiros. A ideia do casal era que uma enciclopédia carregada por Mario o protegesse da bala, o que obviamente não ocorreu. A cena foi filmada e a expectativa dos dois era que o vídeo viralizasse no YouTube.

Também no ano passado, a Associação Americana de Centros de Controle de Veneno reportou um surto de casos de intoxicação causada pela ingestão de detergente. Isso ocorreu após viralizarem vídeos que desafiavam as pessoas a comerem o produto.

O caso levou um dos fabricantes, a Procter and Gamble, a contratar a estrela de futebol americano Rob Gronkowski para uma campanha informativa nas redes sociais. Mais recentemente, um desafio inspirado no filme Birdbox, do Netflix, envolveu atividades como dirigir de olhos vendados. Pelo menos uma pessoa sofreu um acidente de carro como resultado disso.

Fonte: G1


Papos Com Quem Sabe

Neste sábado (19), o quadro Papos Com Quem Sabe é com Marcia Schmitz, proprietária do Salão de Beleza Ponto Xik. A empresária do ramo de beleza fala sobre tendências e projeções, a partir de uma análise da revista inglesa The Economist.

Segundo a publicação, haverá maior interesse no veganismo, inclusive no mercado de cosméticos. Ouça o quadro!

 


Na Cozinha: Salada Waldorf

com Daniel Bortolini

Ingredientes

  • 2 maçãs (pode ser a Fiji e outra verde)
  • 2 limões
  • 1/4 de xícara de iogurte natural
  • 1/4 de xícara de maionese caseira (já dei essa receita no “Na Cozinha”) ou creme de leite
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1/4 de xícara de nozes grosseiramente picadas
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Preparo

Misture o iogurte com a maionese (ou creme de leite), o azeite e o caldo de 1 limão. Tempere com sal e pimenta a gosto.

Esprema o outro limão em uma tigela e coloque as maçãs em fatias finas dentro do caldo. Arrume as fatias de maçã.

Espalhe o molho de iogurte e distribua as nozes picadas. Se quiser, enfeite com brotinhos ou algo de sua preferência.

Receita e imagem: CozinhandoPara2ou1.com.br

1 comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui