Assinado acordo para remoção de famílias da Vila dos Papeleiros, na ERS-130 em Lajeado

Núcleos familiares serão transferidos para um loteamento popular. Na atual Vila dos Papeleiros será aberta uma rua lateral à rodovia.

0
Prefeito Marcelo Caumo detalha acordo firmado para transferência das famílias (Foto: Nícolas Horn)

Em uma reunião na manhã desta sexta-feira (7), foi firmado acordo para a remoção das famílias que habitam a Vila dos Papeleiros, à margem da ERS-130 em Lajeado. O encontro, na sede do Ministério Público, contou com a presença de representantes da Prefeitura de Lajeado, Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) e do advogado dos moradores da vila.


ouça a entrevista

 


 

Conforme o prefeito Marcelo Caumo, os núcleos familiares serão transferidos para uma área remanescente acima da comunidade indígena, localizada no Bairro Jardim do Cedro, em um loteamento popular que será edificado. “Essas famílias vão para aquele núcleo e iniciam esse novo loteamento popular”, confirma.

Para poder abrir uma rua lateral, em contrapartida, a prefeitura “fornecerá condições de uma vida digna para cada uma daquelas famílias que ocupa aquela área ao longo da ERS-130”, destaca Caumo. São seis núcleos familiares com moradia fixa, além de uma alta volatilidade, comenta o prefeito.

“A prefeitura vai se comprometer em dar condições de moradia para 10 famílias ao todo, em outro local do município. Em contrapartida, fazemos a abertura da rua lateral, a limpeza daquele espaço, devolvendo a dignidade àquelas famílias e melhoria nas condições de trafegabilidade da ERS-130”, detalha o chefe do Executivo.

Segundo ele, as conversas englobam duas ações. “No primeiro momento, concentramos energia nos papeleiros, porque é uma condição de vulnerabilidade maior. Agora, assinado o acordo, passamos para a segunda etapa, que é justamente a questão da borracharia e do comércio de lenha [que têm do outro lado da rodovia]. Estamos conversando para que se busque a melhor solução para esse lado da via, também”, explica.

A rua lateral

“Assim que acontecer a remoção das famílias, a gente já faz a abertura da rua lateral que circunda a Docile e a Benoit. Ela sobe essa pequena elevada. Nós vamos aproveitar esse relevo que existe. Passa na frente do Tonho Automóveis, segue e faz a junção na via lateral da Imec. São faixas de domínio, de expansão da rodovia”, explica o prefeito. TS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui