Boca Juniors ou River Plate: a mais longa Libertadores da história finalmente terá um campeão

Após atos de violência em Buenos Aires, principal torneio de clubes da América do Sul será decidido na Europa.

0
Foto: Javier Barbancho / Reuters

A mais longa Taça Libertadores de todos os tempos finalmente terá um campeão. Em outro hemisfério, outro continente, outro fuso horário e 10 mil quilômetros longe de casa, Boca Juniors e River Plate decidem em Madri, no estádio Santiago Bernabéu, quem é o o melhor time da América do Sul. A partida será disputada às 17h30 de Brasília, 20h30 locais – a Rádio Independente transmite ao vivo a partida.

O campeonato que começou em 22 de janeiro vai terminar só em 9 de dezembro, duas semanas depois do inicialmente planejado, por causa dos atos de violência da torcida do River contra o ônibus do Boca horas antes do que deveria ser o jogo decisivo, no dia 24 de novembro.

Não parece, ninguém mais lembra, mas esta é a última edição da Libertadores com final em dois jogos. Disputado há quase um mês em La Bombonera, estádio do Boca, o primeiro jogo terminou empatado em 2 a 2. O segundo, que deveria ter sido na casa do River, foi transferido para Madri.

Quem ganhar vai representar a América do Sul no Mundial de Clubes da Fifa, torneio que tem o Real Madri como favorito, e que será disputado a partir da semana que vem nos Emirados Árabes Unidos. O campeão da Libertadores estreia no dia 18 de dezembro. Tanto Boca quanto River já decidiram que, se ganharem a Libertadores na Europa, vão voltar a Buenos Aires para festejar, e só depois viajam ao Oriente Médio para o Mundial.

Na prática, a mudança para Madri antecipa em um ano a decisão da Conmebol de decidir a Libertadores numa única partida, em vez dos tradicionais jogos de ida e volta, uma na casa de cada finalista. O novo formato, que deveria estrear em 2019 em Santiago do Chile, vai debutar em Madri.

Fonte: globoesporte.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui