O Grêmio está muito perto de ter um reforço para o segundo jogo contra o River Plate, na semifinal da Libertadores. Everton, em fase final de recuperação após lesão na coxa, deve ser liberado para voltar a jogar na próxima terça-feira. Nos últimos dias, o meia-atacante apresentou avanço e até tinha possibilidade de atuar em Buenos Aires, porém houve cautela.

Everton não joga desde o dia 6 de outubro, quando sentiu o músculo posterior da coxa direita ainda no primeiro tempo da partida com o Bahia, em Porto Alegre.

Nesta semana, o artilheiro do Grêmio chegou a ser protagonista de um boato que agitou as redes sociais. Na segunda-feira, circulou a versão de que Everton viajaria a Buenos Aires em um jatinho particular para ficar no banco diante do River Plate. Mesmo com o meia-atacante postando fotos em Porto Alegre, e com reiteradas negativas de todos os dirigentes do clube, o tema ganhou força entre torcedores. A terça chegou, o jogo passou e o camisa 11 nunca pisou na Argentina. Continuou no Rio Grande do Sul trabalhando fisicamente.

“Se o Everton vai jogar ou não é ele quem vai dizer. Ele tem trabalhado, tem treinado”, comentou Renato Gaúcho depois do jogo no Monumental de Nuñez. Clinicamente, Everton apresentou evolução significativa e até poderia ter sido relacionado, se a necessidade fosse extrema. Com estratégia específica montada, o Grêmio decidiu ir com calma. Não forçou a volta do camisa 11 e conseguiu vencer após cabeceio certeiro de Michel.

No sábado, às 16h30 (Brasília), o Grêmio recebe o Sport em jogo da 31ª rodada do Brasileirão. No domingo, Renato começa a definir o time que enfrenta o River Plate no dia 30. O ponto central é não deixar que a vitória na Argentina afete o comportamento da equipe.

Além de Everton, o Grêmio também aguarda evolução no quadro de Luan. O camisa 7 se recupera de fascite plantar e sentiu desconforto no adutor da coxa direita. Kannemann, suspenso, está fora da partida de terça-feira e deve ser substituído por Bressan.

Fonte: UOL Esporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui