Cineasta Camila de Moraes, que teve filme pré-selecionado ao Oscar, é gaúcha

"O Caso do Homem Errado" foi escolhido melhor longa no Festival Internacional de Cine Latino (Latinuy).

0
Foto: Reprodução

Gaúcha radicada em Salvador, Camila de Moraes assina a direção do documentário O Caso do Homem Errado (2017), produção independente que chegou a ser pré-selecionada para ser a indicação brasileira de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2019.

Além de ser destaque em premiações como o Festival de Cinema de Gramado, O Caso do Homem Errado foi escolhido melhor longa no Festival Internacional de Cine Latino (Latinuy).

Camila de Moraes escolheu um time majoritariamente composto de pessoas negras para produzir a película que narra os acontecimentos do assassinato de Júlio César de Melo Pinto, operário negro executado pela Polícia Militar em Porto Alegre ao ser confundido com um assaltante em 1987.

Fonte: Donna/ZH

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui