Cruzeiro do Sul busca reativação do Consepro

Assunto pautou reunião entre Executivo e órgãos de segurança pública.

0
Prefeito Lairton Hauschild. (Foto: Arquivo / Rádio Independente)

O prefeito Lairton Hauschild e o vice João Dullius, de Cruzeiro do Sul, reuniram-se nesta quarta-feira (7) com representantes da área da segurança pública. A ocasião contou com a presença do promotor de Justiça Carlos Augusto Fioriolli; dos delegados de Lajeado, Márcio Moreno, e de Cruzeiro do Sul, Dinarte Marshall; do comandante interino da Brigada Militar de Cruzeiro do Sul, sargento Moisés Martini e de representantes do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM). Também participaram o presidente da Câmara de Vereadores, José Carlos Eckert, e os secretários municipais de Administração, Rudi Schneider, e Educação, Anelise Assmann.


Ouça a reportagem 

 


 

Conforme Lairton Hauschild, um dos dos principais temas do encontro foi a reativação do Conselho Municipal Pró-Segurança Pública (Consepro) em Cruzeiro do Sul. “Em 2016, o Consepro chegou a ser organizado, inclusive com escolha do presidente, Paulo Junges. Porém, em virtude de problemas burocráticos, não pode entrar em funcionamento”, esclarece.

Hauschild comenta a importância do conselho: “O conselho é muito importante, porque é através dele que nós podemos captar recursos das esferas publica e privada e investi-los no aparelhamento das polícias Civil e Militar e em projetos na área da segurança”, explica.

Na época, a criação do Consepro foi aprovada pela Câmara de Vereadores, inclusive com reserva de R$ 30 para a entidade. Porém, averba não pôde ser aproveitada pelo fato do conselho não estar devidamente legalizado.

“Já estão em andamento o processo de recolhimento dos documentos necessários para legalizar e registrar o Consepro. Em breve, deveremos vencer esta etapa e instalar de forma oficial o nosso Consepro”, antecipa o prefeito. Uma nova reunião deve ser agendada para discutir a participação de cada entidade no projeto. LF

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui