Defesa Civil interdita residência que desabou matando grávida em Porto Alegre

0
Foto: Rádio Guaíba

A Defesa Civil Municipal determinou a interdição da moradia que desabou, nesse fim de semana, matando uma mulher grávida, de 30 anos, na zona Leste de Porto Alegre. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (SMAMS) acompanhou na manhã de hoje o trabalho da perícia no local.

O rompimento de uma viga de concreto pode ter sido a causa do desabamento da laje do andar superior, em construção. O incidente ocorreu na noite desse domingo na rua João do Rio, no bairro Partenon.

A queda da estrutura atingiu um casal, provocando a morte de Thaís dos Santos Nunes, grávida de seis meses, e ferindo o companheiro dela, Rafael Soares, de 25. A viga rompida podia ser vista do lado externo. A Polícia Civil, que abriu um inquérito para apurar as devidas responsabilidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui