Defesa Civil monitora elevação do rio Taquari

À 0h desta sexta o nível do rio em Estrela era de 16,75m, com aumento de 26cm na última hora.

0
Foto: Arquivo/Grupo Independente

Com o acumulado aproximado de 130mm de chuva nas últimas 48 horas na região, aliado aos cerca de 120mm que caíram na serra, as equipes da Defesa Civil dos municípios do Vale do Taquari estão monitorando a elevação do nível do rio Taquari e a possibilidade de uma cheia. À 0h desta sexta-feira (12) o nível do rio Taquari, em Estrela, de acordo com o site do CPRM – Serviço Geológico do Brasil – era de 16,75m (3,75m acima do nível normal que é 13m). A elevação entre às 23h de quinta e à 0h de sexta foi de 26cm. Na hora anterior havia subido 25cm.

Conforme o CPRM, à 0h desta sexta o nível do rio Taquari em Encantado estava com 6,62m acima do seu normal que é 2,20m. O rio chegou a 8,82m (elevação de 22cm em relação às 23h).

O coordenador da Defesa Civil de Estrela, Carlos Alessandro Bremm, acredita que o rio continuará subindo durante a noite e a madrugada de sexta e não descarta uma pequena cheia. “Vamos continuar monitorando a elevação na madrugada. Se houver uma cheia, ela chegará durante a manhã desta sexta”, cita. Já o coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Heitor Hoppe, acredita que não haverá enchente. “Mesmo assim, continuaremos monitorando. Nossa equipe está em alerta”, destaca.

Para as primeiras famílias saírem de casa em Lajeado o rio precisa ultrapassar os 20m em Estrela, porém com 19m as primeiras ruas já são interditadas. Em Estrela, ocorre interdição de ruas com 18m, e as famílias começam a sair de casa com 21,5m (medição de Estrela).

As equipes das prefeituras de Lajeado e Estrela estão de plantão. O contato com a Defesa Civil de Lajeado pode ser feito pelos telefones 3982-1150/99828-4971/99725-7381/99503-8930. A Defesa Civil de Estrela atende nos números 3981-1174 ou 99876-1430.

A programação jornalística da Rádio Independente entrará no ar no 950 AM e no 91.7 FM às 5h desta sexta-feira (13). A qualquer momento, novas atualizações pelo site independente.com.br ou pelo facebook.com/rdindependente. RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui