Depois de compartilhar fotos íntimas, homem sofre extorsão e deposita R$ 7,7 mil

Senhor de 62 anos trocava mensagens com suposta adolescente e, foi extorquido, por indivíduo que disse ser policial.

0

Um homem de 62 anos foi vítima de um caso de extorsão. No dia 6 de maio ele iniciou relacionamento com uma moça pelo Facebook. No decorrer das conversas, a mulher repassou seu contato telefônico e eles passaram a conversar pelo WhatsApp.

Com o passar do tempo ela começou a mandar fotos íntimas para o morador de Arroio do Meio, que fez o mesmo. Neste momento, um homem entrou em contato com a vítima, alegando ser da Polícia Civil de Porto Alegre.

O suspeito informou ter conhecimento que ele estava se relacionando com uma adolescente e pediu a quantia de R$ 3 mil para não efetuar a prisão do homem. Instantes depois, o suposto policial fez outra ligação, aumentado o valor do pedido para R$ 7 mil, o qual foi depositado pela vítima.

Dias depois o homem voltou a entrar em contato, pedindo mais R$ 5 mil. No entanto, o arroio-meense depositou apenas R$ 700. Antes de realizar o registro na Delegacia de Polícia do município a vítima ainda recebeu novos pedidos de depósito, os quais não foram realizados. AD


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui