Desde 2014, 11 pacientes foram executados dentro de hospitais gaúchos

0

Nesta sexta-feira (9), mais um paciente foi assassinado dentro de um hospital no Rio Grande do Sul. Gabriel Vilas Boas Minossi, de 19 anos, foi executado com 20 tiros na ala cirúrgica do Hospital Centenário, em São Leopoldo, no Vale do Sinos. Com esse caso, chega a 11 o número de pacientes executados em casas de saúde desde 2014 no estado, de acordo com levantamento do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers). Só em 2018, esse é o segundo caso.

O primeiro ocorreu em março, no Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre. Na ocasião, um homem, que estava no setor de traumatologia da casa de saúde, foi assassinado com dois tiros na cabeça. Além desses dois assassinatos, outros 13 casos de violência foram registrados no ano em unidades de saúde, quatro envolvendo criminosos. Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui