Dispositivo que coleta sangue da menstruação pode ser reutilizado por até 10 anos

Uma das vantagens é diminuir a produção de lixo ao dispensar o uso de absorventes descartáveis.

0
497
Foto: Divulgação

Copinho de silicone usado para coletar o sangue da menstruação dentro do canal vaginal passou a ser uma alternativa aos absorventes mais tradicionais há alguns anos. Mulheres que aderem ao dispositivo apontam vantagens como o fato de poder ser utilizado por até 10 horas seguidas e de resultar em uma menor produção de lixo.

Atualmente, está disponível em várias marcas e preços. Mas o uso do copinho ainda desperta muitas dúvidas.

Ao final do ciclo, o coletor deve ser lavado com água e sabão e depois fervido por alguns minutos. Diferentemente dos absorventes interno e externo, que devem ser trocados a cada quatro horas, o coletor menstrual pode ficar até 10 horas direto. Como o sangue coletado pelo copinho não entra em contato com o ar ambiente, ele permanece sem cheiro.

Por enquanto, coletores menstruais ainda não são regulamentados, mas a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirma que os dispositivos em breve receberão uma regulamentação.

Há várias marcas e modelos disponíveis no mercado brasileiro que custam até R$ 100.

Não é aconselhável que mulheres que nunca tiveram relações sexuais usem o coletor menstrual sob o risco de o dispositivo provocar o rompimento do hímen.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui