Do telegrama ao Facebook: que sentido produzem as mensagens protocolares de felicitações?

Psicóloga e psicanalista clínica Dirce Becker Delwing e a professora Ivete Kist fazem reflexões sobre as parabenizações postadas nas redes sociais.

0

ouça o quadro

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui