El Niño perde intensidade e chance de enchente diminui em 2019, informa coordenador da Defesa Civil de Lajeado

No entanto, prognóstico indica chuvas acima da média. Heitor Hoppe enfatiza ainda que o município está preparado para qualquer situação adversa.

0
Heitor Hoppe, coordenador da Defesa Civil de Lajeado (Foto: Rodrigo Gallas)

“É difícil fazer projeções. É claro que este ano tem o fenômeno El Niño, no entanto, ele já está perdendo intensidade. Então, ele não veio tão forte como era previsto. Há uma projeção de termos chuvas maiores que os registros históricos, mas sem intensidade. Por isso, não podemos dizer que haverá enchente”, explica o coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Heitor Hoppe.


Ouça a entrevista

 


 

O fenômeno El Niño é caracterizado pelas alterações significativas de curta duração na distribuição da temperatura da superfície da água do Oceano Pacífico, com profundos efeitos no clima.

No prognóstico citado por Hoppe, divulgado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há a indicão que as chuvas ficarão acima da média em toda a região sul, principalmente sobre a parte oeste. Isto porque existe um aquecimento da área oceânica próxima à costa da Argentina e mais acentuada no sudeste do Brasil, que favorece as condições de instabilidade atmosférica e, consequente, precipitação nesta área.

Além disso, o aquecimento do Oceano Pacífico, caracterizando um El Niño de fraca intensidade, pode acentuar as temperaturas na região nos próximos meses, concordando com a previsão de temperaturas acima da média no outono.

Apesar da possibilidade mínima de enchente, Hoppe garante que a Defesa Civil está preparada para qualquer evento climático que venha ocorrer. “Hoje o município está preparado com licitações para alimentação, cestas básicas e produtos de limpeza”, destaca.

Doações de agasalhos para inverno

Com a aproximação do inverno, aumenta a procura da comunidade para doar roupas à Defesa Civil. Aumenta, também, a busca de famílias e entidades, que vão até a sede localizada no Parque do Imigrante para solicitar uma roupa mais quente, um colchão ou um cobertor para enfrentar os dias frios.

Os meses de maio, junho e julho concentram cerca de 50% do movimento de todo o ano da entidade. A entidade se prepara para a ampliação do trabalho de recebimento e repasse de materiais, pois há um aumento de pessoas que procuram e necessitam de auxílio.
Atualmente, cerca de 9 mil peças estão em estoque no local. “Temos um estoque bem interessante de roupas de verão, por isso temos, agora, a necessidade de roupas quentes, de inverno”, explica.

Em 2018, a Defesa Civil de Lajeado, recebeu mais de 16 mil peças e repassou mais de 10 mil. O que pode ser doado são roupas infantil e adulto; calçados; colchões; travesseiros; roupas de cama e cobertores. Hoppe enalte as doações da comunidade terem sido maior, que as entregas e, pede, que sejam levadas na sua sede.

O coordenador garante, ainda, que a entidade de proteção está presente diariamente em sua sede e, não, somente em situações adversas.

Contato, endereço e atendimento

Endereço: Avenida Parque do Imigrante, s/nº, dentro do Parque do Imigrante (construção rosa em frente ao Restaurante Panorâmico).

Telefone: (51) 3982-1150.

Horário de atendimento: de segunda a quinta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 16h45 e nas sextas-feiras das 8h às 14h. RG / AI / GH

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui