Empresário lajeadense escapa de acidente aéreo no Nepal

Por um golpe de sorte, Roberto Lucchese não embarcou na aeronave que chocou-se com um helicóptero, nas proximidades do Monte Everest.

0

Um susto marcou o fim de uma aventura vivencia pelo empresário lajeadense Roberto Lucchese, sócio-proprietário da Lyall, empreendimentos imobiliários. Durante 14 dias, Lucchese esteve no Nepal, a fim de conhecer o pico mais alto do mundo: o Monte Everest, que possui quase nove mil metros de altitude.

Na manhã deste domingo (14), pelo horário de Brasília, Roberto e seus companheiros de viagem aguardavam o avião que seguiria de Lukla, onde estavam, para Katmandu, capital do Nepal. Minutos antes desembarcar no avião de pequeno porte, o guia que acompanhava a comitiva conseguiu adiantar a viagem, em função da previa de instabilidade climática.


Ouça a reportagem 

 


 

A medida evitou que o empresário estivesse na aeronave que chocou-se contra um helicóptero, ao decolar do aeroporto. Três pessoas morreram no acidente. “Nosso guia conseguiu adiantar o embarque e todos que poderiam voar neste horário, embarcaram. Foi sorte não estarmos neste avião. Poderíamos estar envolvidos nesta tragédia”, conta Roberto. Os mortos são o piloto do avião e dois policiais que estavam perto do helicóptero estacionado.

As companhias aéreas da Summit Air, proprietária do avião, e a Manang Air, dona do helicóptero, são especializas em transportar nepaleses e turistas para áreas remotas do país. O aeroporto é considerado um dos mais perigosos do mundo, por causa da pista curta e da localização difícil. Ele está situado a uma altitude de 2.845 metros. Apenas helicópteros e aeronaves de pequeno porte podem utilizar o terminal aéreo.

A aventura

Roberto Lucchese conta que, desta vez, a intenção era fazer um reconhecimento do Everest. “Nesta viagem a ideia foi conhecer, explorar e entender a questão da altitude. É muito difícil de respirar na alta altitude. Nossa intenção foi reconhecer o tamanho do desafio, para, num próxima ocasião, partir para uma escalada até o cume”, explica.
Roberto e sua equipe têm previsão de chagar em Lajeado nesta sexta-feira (19). LF


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui