Endometriose: causa pode estar associada ao desequilíbrio bacteriano

A ausência de certas bactérias e o excesso de outras poderiam provocar a doença. Há anos, a ciência busca as causas da endometriose.

0
A endometriose é uma doença inflamatória causada por células do endométrio que deveriam ser expelidas na menstruação, mas começam a crescer em outras partes do corpo como trompas, ovários e vagina. (ThinkStock/VEJA/VEJA)

A endometriose é uma doença que afeta aproximadamente 10% a 15% da população feminina em idade fértil no Brasil. Apesar disso, os agentes envolvidos no surgimento do problema ainda não foram totalmente explicados. Agora, um novo estudo publicado no periódico Scientific Reports parece ter encontrado uma provável causa para a doença.

Segundo os pesquisadores, o desequilíbrio das bactérias do útero, da vagina ou do intestino pode estar associado ao desenvolvimento da endometriose. A descoberta pode direcionar pesquisadores na busca por tratamentos mais eficientes e futuros métodos de prevenção contra a doença.

De acordo com especialistas, essa relação entre o desequilíbrio bacteriano e a endometriose pode ser explicada por meio do sistema imunológico. “Já é sabido que as mulheres portadoras da doença apresentam aumento na quantidade de células de defesa imunológica na cavidade abdominal.

Apesar do número aumentado, a qualidade dessas células – responsável por defender o sistema reprodutor – é mais baixa e, portanto, elas não atuam como deveriam, permitindo que certos problemas se manifestem no organismo”, explicou Maurício Simões Abrão, ginecologista da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Fonte: Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui