Ensino a Distância é aposta dos CFCs na oferta de serviços aos condutores

Locais credenciados ao Detran na região já ofertam reciclagem e atualização.

0
CFC Vitória, de Lajeado, é um dos que oferta o serviço na região. Fica na Rua Pedro Albino Müler, no Bairro Americano (Fotos: Natalia Ribeiro)

Está mais fácil e prático aos condutores terem acesso aos serviços do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS), por meio dos Centros de Formação de Condutores (CFCs). Recentemente, as unidades passaram a disponibilizar Ensino a Distância (EAD) para as aulas de reciclagem e atualização. Dos dez centros credenciados ao departamento na região, apenas um ainda não dispõe da modalidade.


ouça a reportagem


 

Um dos que disponibiliza o sistema é o CFC Vitória, na Rua Pedro Albino Müler, 553, no Bairro Americano, em Lajeado. Há cerca de quatro meses que o EAD se tornou realidade no centro lajeadense. Mesmo recente, o serviço tem apresentado números interessantes, segundo o diretor-geral da empresa, Erich André Schneider. “A procura tem sido grande, embora seja novidade. A aceitação também.”

A explicação, para ele, está no que a modalidade proporciona: praticidade. Pelo menos um caso de reciclagem a distância é contratado por dia na unidade. “É uma modalidade fácil, pois a plataforma foi pensada justamente para envolver o candidato e para facilitar a vida dele”. As aulas podem ser acessadas em aparelhos smartphone, tablet, computador ou notebook. É possível encerrar as videoaulas de reciclagem online em três dias, enquanto que no CFC a demora é de sete dias.

Diretor-geral do CFC Vitória, Erich André Schneider

Os vídeos com as aulas são disponibilizados em plataformas virtuais, desenvolvidas por empresas credenciadas ao Detran. Cada CFC tem autonomia para contratar o modelo que mais o agrada. O que muda, no entanto, é apenas o visual. As temáticas precisam respeitar os conteúdos programáticos definidos pelo departamento. Quanto à cobrança, Schneider diz que “os valores são tabelados, iguais ao do presencial”.

Por enquanto, o Detran permite aulas a distância apenas em cursos de atualização de condutores, reciclagem e preventivo de reciclagem, especializados, renovação de cursos especializados e livres, relacionados à área de trânsito. Schneider conta que, a partir da liberação da modalidade, tem ocorrido, com frequência, perguntas sobre o futuro do sistema. “As aulas de reciclagem continuam no CFC, não mudou em nada. Inclusive há um questionamento dos alunos sobre a primeira habilitação, se vai haver ensino a distância. O Detran ainda não manifestou interesse nessa parte.”

Ofertas

Estão permitidos em lei os cursos a distância em quatro áreas:

    • Reciclagem, com carga total de 30 horas e cobrança de R$ 242,10. A prova é presencial e deve ser feita no CFC em que o serviço foi contratado;
    • Transporte coletivo de passageiro, escolares, produtos perigosos, emergência e carga indivisível. Duração: 50 horas. Taxa: R$ 403,50 cada;
    • Atualização de transporte de coletivo de passageiro, escolares, produtos perigosos, emergência e carga indivisível. Duração: 16 horas. Taxa: R$ 129,12;
    • Noções de primeiros socorros, mecânica básica duas rodas, quadro rodas e direção defensiva. Duração: 30 horas. Taxa: R$ 242,10.

Alunos de cursos especializados na modalidade EAD tem de fazer o teste final, chamado de prova eletrônica, em Porto Alegre. O processo tem caráter obrigatório pelo Detran, sendo que não pode ser feito no Centro de Formação de Condutores. A única exceção é para a reciclagem, na qual os condutores realizam o teste no CFC. Na região, há oferta das aulas a distância em Arvorezinha, Arroio do Meio, Encantado, Lajeado, Taquari e Teutônia. NR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui