Entrada em vigor das normativas do leite inviabilizaria quase metade dos produtores da Languiru

Reunião com agricultores da cooperativa vai esclarecer instruções que devem entrar em vigor no mês de Junho.

0
Presidente da cooperativa Languiru, Dirceu Bayer. (Foto: Rodrigo Gallas / Arquivo Rádio Independente)

A Cooperativa Languiru promove nesta quinta-feira (14) um debate a respeito das Instruções Normativas 76 e 77 de 2018 do Ministério da Agricultura, o Mapa. O tema trata das adequações para atender a qualidade e as práticas de gestão na propriedade.


Ouça a entrevista 

 


O presidente da Languiru, Dirceu Bayer, concedeu entrevista ao Programa Encontro Maior da Rádio do Vale e citou que, como pequenos produtores ainda fornecem a matéria-prima à cooperativa de Teutônia, os investimentos seriam muito altos para atender as normativas.

Entre as adequações estariam a colocação de resfriadores, para manter a temperatura do leite em quatro graus na propriedade e sete graus na entrega do produto.

Cerca de duas mil propriedades da região fornecem leite para a Cooperativa Languiru. Dirceu Bayer estima que cerca de 45% teriam muita dificuldade em atender as exigências, caso entrem em vigor até o mês de Junho.

A reunião desta quinta-feira (14) é direcionada a produtores de leite e lideranças ligadas ao setor produtivo. A programação inicia às 9h na Associação dos Funcionários da Languiru, em Teutônia. GL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui