Estudantes e professores realizam protesto em Lajeado

Manifesto contou com cerca de 100 pessoas, entre 9h e 11h. Atividade fez parte do dia nacional de mobilização pela educação.

0

O 8º Núcleo Cpers/Sindicato, que engloba o Vale do Taquari, organizou protesto em Lajeado, dentro do dia nacional de mobilização pela educação, na manhã desta quarta-feira (15). Professores e estudantes da rede estadual de ensino e da Univates,  reuniram-se na Rua Júlio de Castilhos, no centro da cidade, para manifestar contrariedade à reforma da Previdência, bloqueio de recursos para instituições de ensino federais, atraso na folha de pagamento pelo Governo do Estado, reposição salarial e carga horária excessiva.


ouça a reportagem

 


 

O manifesto contou com cerca de 100 pessoas, entre 9h e 11h. Os participantes exibiram faixas e cartazes com frases alusivas às pautas defendidas. Eles também usaram instrumentos de percussão para chamar a atenção de transeuntes e distribuíram panfletos a pedestres e motoristas. “Nossa mobilização é pelo direito à educação de qualidade”, comenta a professora Denise Goulart, que leciona na escola Nicolau Müssnich, de Estrela.

O presidente do 8º Núcleo do Cpers/Sindicato, Gérson Johann, adianta que a mobilização não se encerra nesta quarta-feira. “Temos a possibilidade de paralisar as atividades nas escolas no próximo mês, caso haja novo atraso salarial dos professores. Já no dia 14 de junho, vamos nos engajar na greve nacional contra a reforma da Previdência”, antecipa.

VÍDEO: Confira como foi a manifestação

Nesta quarta-feira, em Lajeado, paralisaram totalmente as atividades as escolas estaduais Presidente Castelo Branco e Érico Veríssimo. Alguns professores da escola técnica IFsul participaram do movimento, porém, o educandário manteve as atividades curriculares.

Em Estrela, a escola Vidal de Negreiros não terá aulas nos três turnos nesta quarta-feira (15). Já a escola Nicolau Müssnich, de onde vários professores e alunos estiveram no protesto, manteve as aulas, mas com atividades diferenciadas voltadas à prevenção da violência.

Na região, também houve adesão de escolas de Bom Retiro do Sul, Capitão e Teutônia. Nesta quinta-feira (16), as atividades voltam ao normal em todas as escolas. LF

 


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui