Grávida tem parto de emergência na recepção de prédio

A gestante estava indo embora do edifício, quando teve uma convulsão seguida de parada cardíaca. A médica que havia acabado de atender a paciente foi informada do ocorrido e desceu até o hall.

0
Foto: Reprodução

Uma mulher deu à luz na recepção de um prédio em Sorocaba (SP), no fim da tarde desta segunda-feira (14), no Jardim Vergueiro, logo após ter saído de uma consulta com a obstetra. A gestante estava indo embora do edifício, quando teve uma convulsão seguida de parada cardíaca.

A médica que havia acabado de atender a paciente foi informada do ocorrido e desceu até o hall de entrada para prestar os primeiros socorros e fazer massagem cardíaca. A paciente, de 28 anos, que estava na 38ª semana da primeira gestação, o parto estava previsto para a próxima semana.

O Samu foi acionado e, ao chegar ao local, cinco minutos depois, continuou o procedimento de reanimação da mulher. Diante da situação, a obstetra decidiu fazer uma cesárea de emergência. O bebê nasceu em parada respiratória e também precisou ser reanimado.
O óbito de Janaína Gonçalves, de 28 anos, foi confirmado nesta quarta-feira (16). De acordo com médica Adriana Aparecida Dias dos Santos, o último boletim médico recebido pela família indicava que a jovem teve um aneurisma.

Com 20 anos de experiência e mais de dois mil partos na bagagem, a médica afirma que a iniciativa de fazer uma cesárea de emergência foi mais difícil que o procedimento, executado de maneira improvisada na recepção de um prédio comercial.

Aneurisma desconhecido

Para a médica, a família da paciente informou que desconhecia o aneurisma. A má formação vascular só pode ser detectada com exames de imagem, como tomografia e ressonância magnética, explica Adriana.

“Não tem sintoma e pode romper por conta da pressão ou uma emoção muito forte. Nesses casos, a hemorragia é grave, infelizmente não tem o que fazer.”

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui