Homens se reúnem para repensar padrões de masculinidade danosos

Cursos para desconstruir modelos tradicionais acontecem no RJ.

0
Foto: O Globo

Cerca de 30 homens se reuniram no salão principal da Casa Naara, centro do Rio, para o terceiro dia do 2º minicurso “Entendendo as masculinidades”. Organizado pelo professor de geografia Caio César Santos, de 24 anos, tem como objetivo repensar e transformar os conceitos de masculinidade dos participantes. Se no dia a dia aqueles homens raramente lidavam com essa discussão, lá ela era incontornável: de experiências traumáticas na infância a frustrações e decepções na vida adulta, nada deve ser tabu.

Os presentes eram constantemente instados a desenvolver laços entre si por meio de exercícios variados. Naquele dia, todos deveriam formar pares para contar uma frustração pessoal, associada à sua masculinidade, enquanto o outro ouvia atentamente. O objetivo era treinar a escuta, tão ignorada entre os homens, acostumados a terem a última palavra e a interromper os interlocutores, em especial as mulheres. Ao fim do curso, a ideia é de que aqueles grupos se mantivessem como um espaço para compartilhamento de experiências futuras.

Ao final do dia, os alunos participaram de outra atividade. Dessa vez, deveriam escrever um segredo em um papel, que seria lido na última aula por um colega. Ninguém seria identificado. Esse era o momento de maior aproximação e libertação das angústias que os cercavam como homens. Dali para frente, era preciso que continuassem se abrindo e caminhando para deixarem para trás os comportamentos destrutivos tantas vezes silenciados pela masculinidade hegemônica.

Fonte: O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui