Justiça retira de Lula seguranças, motoristas e assessores pagos pela União

0
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Como todo ex-presidente da República, o petista Luiz Inácio Lula da Silva tinha direito a uma equipe de oito auxiliares bancados pela União: dois motoristas (com os veículos), dois assessores pessoais e quatro seguranças.

Preso em Curitiba (PR) desde o dia 7 de abril, Lula sofreu mais uma derrota na Justiça: uma decisão liminar (provisória) da 6ª Vara da Justiça Federal em Campinas retirou do ex-presidente o direito a esses assessores.

A decisão sobre os assessores de Lula foi tomada ontem (16) pelo juiz Haroldo Nader, da 6ª Vara da Justiça Federal em Campinas (SP). O pedido foi feito por advogados do MBL (Movimento Brasil Livre), um dos principais mobilizadores de apoio popular pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Fonte: Terra

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui