Lar da Menina completa 40 anos em Lajeado

Programação reúne comunidade escolar para comemorar a data, no bairro Conservas.

0
Foto: Luís Fernando Wagner

O Centro Nora Oderich de Atendimento à Menina, conhecido como “Lar da Menina” que tem como mantenedora a Sociedade Lajeadense de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Slan) comemora 40 anos de história em Lajeado, nesta quinta-feira (17).


ouça a entrevista

 


Conforme a diretora, Virgínia Rempel, a instituição, tem compromissos que vão além da educação. “Tenho 28 anos de atuação nestas quatro décadas de Lar da Menina. Durante o período, tenho percebido a evolução do nosso trabalho, que tem por objetivo não só educar, mas sim, entregar cidadãs de bem para a sociedade. Isso tem gerado um impacto social muito positivo. São meninas que entraram aqui ainda crianças e hoje são mães de famílias inseridas e atuantes na comunidade”, explica.

Localizada no bairro Conservas, o Lar da Menina atende a cerca de 140 meninas, entre 2 e 15 anos, oriundas dos bairros Conservas, Jardim do Cedro, Santo Antônio e Morro 25. “As meninas entre 6 e 15 anos participam do programa de Fortalecimento de Vínculos. As atividades, que envolvem oficinas de informática e artes, são desenvolvidas no contra-turno escolar”. Já as crianças de 2 a 6 anos, são atendidas pelo projeto de educação infantil”, esclarece.


Estrutura

Mantido pela Slan, o Lar da Menina Nora Odrich funciona na Travessa Assex, no bairro Conservas, em Lajeado. A estrutura conta com prédio dividido em quatro salas de atividades, refeitório e miniauditório. O ambiente externo oferece  pátio com brinquedos e quadra poliesportiva. São 11 funcionários que atuam na escola, entre professores, oficineiros, e serviços gerais. O Lar da Menina sobrevive graças as doações de parceiros, como as empresas BRF, Minuano e Lactivida. Além disso, a instituição recebe apoio da Prefeitura de Lajeado, Rede Sócio-Assistencial e Rotary Club Lajeado.


Programação 

Para celebrar a data com as crianças e jovens atendidos, são oferecidas atividades e brincadeiras, lanches diversificados, além de oficinas com estaticistas voluntárias da comunidade, além de apresentação do Grupo Pararátimbúm. A programação vai das 9h às 16h. LF


História

Francisco Oderich e a esposa Renate, inspirados pela ideia do Rotary Internacional de dignificar o ser humano, doaram para o Rotary Club de Lajeado a antiga residência da família no bairro Conservas com ideia de abrigar meninas. O projeto foi elaborado por dona Lenira Maria Müller Klein (atual presidente de honra da SLAN) e demais esposas dos rotarianos e assinado na época pelo presidente do Rotary Club de Lajeado Solon Cardoso. Após a aprovação e aceito pela família Oderich, a moradia foi restaurada e em 17 de maio de 1978, no alto do morro, foi realizada a inauguração do Centro Nora Oderich de Atendimento à Menina, chamado carinhosamente pela comunidade de Lar da Menina, inicialmente atendendo 50 meninas entre 3 e 14 anos. AI

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui