Meia-estação: a vilã das doenças respiratórias

Situação piora para quem rinite, afirma professor do curso de Medicina da Univates.

0
27

As oscilações nas temperaturas são características do outono e da primavera – as chamadas meias-estações -, as oscilações térmicas ocorrem quase que diariamente. Com isso, o corpo não aguenta e percebe-se um aumento de manifestações respiratórias, os tais resfriados.

Segundo o médico Luiz Bernd, professor de Alergia e Imunologia Clínica do curso de Medicina da Univates, os resfriados e gripes são provocados por infecção de vírus, que têm manifestações de intensidade variável e evoluem por tempo limitado.

No entanto, Bernd chama a atenção para as pessoas que “vivem resfriadas”. Segundo ele, apresentar espirros, secreção nasal, congestão e obstrução nasal, coceira no nariz e também nos olhos de forma frequente podem ser sintomas de rinite. “Existem numerosas causas de rinite, mas a mais comum é a rinite alérgica.

Nessa condição, a pessoa se tornou alérgica a componentes do ambiente, como ácaros da poeira, fungos, pólen e alérgenos de animais domésticos, e, se não tratar, apresentará manifestações nasais diariamente, com variações de intensidade”, lembra o professor.

Em determinadas situações, pode ser indicada ainda a imunoterapia específica com alérgenos. O procedimento visa a diminuir o grau de sensibilização alérgica e pode ser feito com segurança se for bem orientado, afirma o professor da Univates.

Fonte: Univates



DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui