Cerca de 20 mil pessoas tiveram que deixar shoppings, estações de trem e universidades em Moscou, na Rússia, após a polícia receber uma série de ameaças simultâneas de explosões em locais públicos, afirma a mídia local.


Ouça o Giro Pelo Mundo 


De acordo com a agência de notícias Tass, pelo menos 30 locais foram esvaziados após os serviços de emergência receberem diversas ligações simultâneas. Pelo menos 20 ligações foram registradas pelos serviços de emergência, segundo a Tass.

“Cada ligação está sendo checada. Os serviços de emergência estão trabalhando e cães farejadores vão ser usados para rastrear as bombas”, afirmou um oficial que não foi identificado pela agência.

Segundo a RT, até agora nenhuma bomba foi encontrada.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui