Preços de exames laboratoriais podem variar 1300%

O preço do hemograma pode variar em 537,5%.

0
Foto: Reprodução/Getty Images

Os custos de exames laboratoriais, incluindo de imagens e análises clínicas, podem variar mais de 1.300%, considerando o tipo de exame e o prestador escolhido, aponta levantamento realizado pela corretora It’sSeg. Os dados revelam que o exame de colesterol apresenta o maior índice de variação (1.309,42%), sendo 5 reais o menor preço registrado, enquanto o maior chegou a 131 reais. Outros exames que mostraram altas oscilações foram hemograma (537,5%), hepatite C (153,92%), tomografia computadorizada (153%) e ressonância magnética (74,9%).

A justificativa para a diferença nos valores está relacionada a qualidade do serviço, localização do laboratório, eficiência e comodidade no atendimento, investimento tecnológico e até mesmo a importância da marca.

Para ele, não existe uma fórmula mágica capaz de resolver todas as questões envolvidas nessas oscilações, mas a sugestão para o paciente é optar pelo clínico geral ou médico de família antes de procurar um especialista – que custa mais caro e solicita exames mais complexos e custosos. Recomenda-se também sempre guardar os resultados dos exames antigos para que possam ser apresentados novamente em caso de troca de médico ou encaminhamento.

O levantamento, realizado entre agosto de 2015 e julho de 2018, investigou 113 laboratórios e descobriu que tanto exames simples como os de alta complexidade sofrem grandes variações nos custos, dependendo do prestador. Além das aferições de colesterol, o hemograma é outro exame de baixa complexidade que apresenta grandes diferenças nos valores: o menor preço registrado foi 10,76 reais; já o mais alto pode chegar a 97 reais, correspondendo a uma variação de 537,5%.

Fonte: Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui