Prefeito Marcelo Caumo projeta crescimento de até 7% no orçamento de Lajeado para 2019

"Sem a verba do fundo de previdência, o orçamento do município como um todo deve ficar em torno de R$ 310 milhões", detalha.

0
Foto: Nícolas Horn

A expectativa da Prefeitura de Lajeado é de crescimento de até 7% no orçamento para 2019. “O orçamento que foi para a Câmara prevê ao todo um orçamento de R$ 337 milhões, incluindo o Fundo Municipal de Previdência. Sem a verba do fundo de previdência, o orçamento do município como um todo deve ficar em torno de R$ 310 milhões”, detalha o prefeito Marcelo Caumo.


ouça a entrevista


 

“A previsão para 2018 é que a gente feche a arrecadação em R$ 290 milhões. Significa um crescimento entre 6,5% a 7%, o que é muito bom frente à realidade nacional e as perspectivas de crescimento da economia como um todo”, projeta. “É bem acima do crescimento do país e do Rio Grande do Sul. São números bem interessantes de nossa economia”, destaca o chefe do Executivo municipal.

Com um orçamento maior para o próximo ano, a administração municipal terá mais espaço financeiro para investimento. Marcelo Caumo aponta que o percentual de investimento, na Secretaria de Obras, deve ser aproximadamente 10% maior. O prefeito lembra que, desde que foi aprovado o projeto de pavimentação comunitária, os trabalhos aumentaram exponencialmente. “Se a gente pegar os dados de um ano do projeto, fizemos mais obras do que em quatro anos de governos passados”, ressalta.

“A média de calçamento era em torno de 20 mil metros quadrados por ano. Hoje, em um ano de calçamento comunitário, se fez 88 mil metros de calçamento. E o custo entre particular e município representa 50% para cada um. Se a gente fosse pegar só a parte do município, representa dois anos de serviço [comparado com a gestão passada].”

Folha

A Prefeitura de Lajeado estuda uma forma de acomodar melhor o pagamento aos servidores municipais, com plano de carreira, observando “sanidade financeira” do município”, diz Marcelo Caumo, “para não se cogitar o atraso ou qualquer dificuldade no pagamento de salários”. Conforme ele, a folha representa R$ 8 milhões por mês. TS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui