Região das Missões jesuíticas terá ponte binacional

Ponte ligando a cidade gaúcha de Porto Xavier e San Javier (Argentina) está orçada em R$ 140 milhões.

0
Foto: Oito Arquitetura e Sustentabilidade / Divulgação

O projeto de uma ponte binacional sobre o rio Uruguai, na divisa do Brasil com a Argentina, foi tema de audiência em Brasília, com a participação de parlamentares gaúchos acompanhados de prefeitos e representantes da Associação de Municípios das Missões (AMM) e da Fundação dos Municípios das Missões (FunMissões). As duas instituições reúnem 26 cidades do Rio Grande do Sul que integram a região turística das missões jesuíticas.

A ponte ligando a cidade gaúcha de Porto Xavier e San Javier (Argentina) está orçada em R$ 140 milhões, incluindo um Centro de Fronteira em uma área de 20 mil metros quadrados, em Porto Xavier.

Atualmente, a travessia de balsa transporta 12 mil cargas por ano entre os dois países. O Brasil deverá ficar com US$ 20 milhões do empréstimo para infraestrutura turística na região das missões jesuíticas. A integração do roteiro de turismo religioso abrange cinco países: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia. Roteiro As Ruínas de São Miguel das Missões ficam do lado brasileiro. Elas são remanescentes dos Sete Povos das Missões Jesuíticas e patrimônio cultural da humanidade da Unesco.

Também integram o roteiro turístico a Aldeia Guarani, o Museu das Missões, a Cruz Missioneira, a Fazenda da Laje, a Fonte Missioneira, o Ponto de Memória Missioneira e o Pórtico com escrita em guarani – CO YVY OGUERECO YARA, que significa “esta terra tem dono”. A Catedral Angelopolitana de Santo Ângelo e os Sítios Arqueológicos de São João Batista, São Lourenço e São Nicolau estão na lista de outros atrativos do circuito.

Fonte: Jornal do Comércio

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui