Sindicato estima que 200 professores foram demitidos pela Ulbra

0
Foto: Divulgação/Ulbra

Cerca de 200 professores foram demitidos pela Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) nos campi do Rio Grande do Sul, de acordo com estimativa do Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinpro/RS). O número exato não foi divulgado pela universidade.

A Associação Educacional Luterana do Brasil, mantenedora da universidade, afirmou que “realizou nesta quinta-feira (10) um ajuste em seu quadro de professores”. Disse ainda que “a medida tem o objetivo de reduzir os impactos causados pela crise que atinge o setor de Ensino Superior nos últimos anos”.

De acordo com a universidade, a rotina acadêmica permanecerá inalterada, e os alunos não serão afetados.

Fonte: G1 RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui