Sobrevivente diz que homem conseguiu retirar arma de assassino durante ataque a mesquita na Nova Zelândia

Os dois ataques a tiros simultâneos contra as mesquitas na cidade de Christchurch deixaram 49 mortos e 48 feridos.

0
Foto: Mark Baker/ AP

Um sobrevivente do ataque na mesquita de Linwood, na Nova Zelândia, disse nesta sexta-feira (15) ao “NZ Herald” – o maior jornal do país – que um jovem arriscou a vida para tirar do assassino a arma que ele usava durante o massacre.

Os dois ataques a tiros simultâneos contra as mesquitas na cidade de Christchurch, na ilha sul da Nova Zelândia, deixaram 49 mortos e 48 feridos. Syed Mazharuddin, que testemunhou o ataque, disse que ouviu os tiros e presenciou as pessoas gritando.

“No momento em que consegui me abrigar, esse cara veio pela porta principal. É uma pequena mesquita. Havia cerca de 60 ou 70 pessoas lá”, afirmou ao “NZ Herald”.Mazharuddin disse que, durante o ataque, um jovem que cuida da mesquita viu uma oportunidade e atacou o homem, pegando a arma. Ele o classificou de “herói”.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui