Taxa de mortalidade por melanoma aumentou em homens, diz estudo

O melanoma é o tipo mais letal de câncer de pele, apesar de não ser o mais comum.

0
Foto: Divulgação

A taxa de homens que morrem de melanoma maligno aumentou em populações em todo o mundo, enquanto em alguns países as taxas são constantes ou decrescentes para as mulheres, de acordo com pesquisa apresentada na Conferência de Câncer do NCRI de 2018.

O melanoma é o tipo mais letal de câncer de pele, apesar de não ser o mais comum. Ele tem origem nos melanócitos, as células que produzem melanina. Representa apenas 5% dos casos de câncer de pele, mas tem uma grande capacidade de produzir metástases e se espalhar para outros órgãos, como fígado, pulmões e o cérebro. Quase sempre surge como uma lesão cutânea enegrecida, ou com uma parte enegrecida e outra de várias cores.

Pesquisadores estudaram dados mundiais sobre mortes coletados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com foco em 33 países com os dados mais confiáveis. Eles descobriram que as taxas de morte por melanoma em homens estavam aumentando em todos os países, com exceção da República Tcheca.

A República Tcheca foi o único país onde os pesquisadores descobriram uma diminuição na taxa de mortalidade por melanoma nos homens, onde houve uma redução percentual anual estimada de 0,7% entre 1985 e 2015. Israel e a República Tcheca tiveram as maiores reduções nas taxas de mortalidade em mulheres: 23,4% e 15,5% respectivamente.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui