Venezuelanos no Brasil ganham menos de um salário mínimo, mesmo escolarizados

Pesquisa com 650 imigrantes indica que 78% têm nível médio completo. Ao todo, cerca de 30 mil cruzaram a fronteira em busca de vida melhor; 82% fizeram pedido de refúgio.

0
Venezuelanos na região de fronteira tentam entrar em Roraima, em imagem de julho (Foto: TV Globo/Reprodução)

Pesquisa do Ministério do Trabalho divulgada nesta terça-feira (12) mostra que imigrantes venezuelanos que moram no Brasil estão em trabalhos precários, e que mais da metade (51%) recebe menos que um salário mínimo ao mês. Isso acontece, segundo o levantamento, mesmo entre aqueles que têm boa escolaridade.

A pesquisa foi feita com 650 venezuelanos em Roraima – estado que faz fronteira com o país latino-americano. De acordo com o ministério, cerca de 30 mil vivem no Brasil e esta é a primeira vez que o perfil desses imigrantes é traçado no país.

O estudo aponta que 78% dos entrevistados têm ensino médio completo, e 32% chegaram a concluir algum tipo de formação superior ou pós-graduação.

Entre os entrevistados, 82% eram classificados como refugiados. A maioria, segundo a pasta, é formada por homens jovens, com idades entre 20 e 39 anos. Entre os refugiados, 77% apontam que deixaram a Venezuela por causa da crise econômica e política que afeta o país.

Raio-X do imigrante venezuelano (Foto: Editoria de Arte/G1)

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui