A 10 dias do fim da campanha, crianças e gestantes têm os menores índices de imunização contra a gripe em Lajeado

Doses estão à disposição em 11 postos de saúde, com atendimento até as 19h na unidade central.


0
Unidade do Centro abriga o maior contingente de vacinas de Lajeado. Foto: Natalia Ribeiro

Faltando 10 dias para o término da campanha nacional de vacinação contra a gripe, nenhum grupo prioritário de Lajeado alcançou a meta de 90% de imunização, estabelecida pelo Ministério da Saúde. Os menores índices são verificados entre as crianças e as gestantes, visto que apenas 55,23% e 63,77% dos grupos estão vacinados, respectivamente. A campanha começou no dia 10 de abril e segue até 26 de maio.

Cerca de 70% das 19.950 mil pessoas a serem vacinadas em Lajeado já foram atingidas. O público-alvo é composto de pacientes de doenças crônicas, crianças de 6 meses até 5 anos incompletos, idosos (60 anos ou mais), gestantes, puérperas, trabalhadores de saúde e indígenas. A novidade deste ano é a inclusão dos professores da rede pública e privada, nos ensinos básico e superior.


OUÇA A REPORTAGEM


Para a Vigilância Epidemiológica, os números registrados estão abaixo do esperado. Segundo a coordenadora do departamento, Juliana Demarchi, “dois sábados foram disponibilizados para a vacinação e a unidade do Centro ampliou o horário de funcionamento, no entanto, a procura tem sido baixa”, relata.

Dúvidas acerca das consequências da vacina são um empecilho para os pais e gestantes, que temem possíveis malefícios. Juliana garante que “a evolução da dose é benigna, pois é fabricada a partir do vírus morto, é não pode causar um agravamento do quadro gripal ou provocar a gripe”.

As aplicações são feitas em 11 unidades de saúde de Lajeado. A exceção é para os bairros Campestre, Morro 25 e São Bento, que passam por adequações físicas. Crianças devem apresentar carteira de vacinação e os idosos documento de identificação. Os doentes crônicos e os professores devem portar comprovante da situação. Gestantes não precisam comprovante, apenas verbalizar a situação de gravidez.

O horário de atendimento no Centro é das 8h às 19h e no Santo André das 7h30 às 11h. Os demais postos funcionam das 7h30 às 11h e das 12h30 às 16h. As vacinas serão liberadas para o público em geral apenas quando a meta for alcançada.


Números

Durante o Dia D de vacinação, no último sábado (13), foram imunizadas 9 gestantes, 12 trabalhadores da saúde, 99 idosos, 174 crianças, 13 professores e 84 doentes crônicos. Puérperas e indígenas não procuraram quatro postos de saúde.

Conforme dados da Vigilância Epidemiológica, até a segunda-feira (15) foram vacinadas 63,77% das gestantes; 82,6% das puérperas; 70,43% dos trabalhadores da saúde; 70,55% dos idosos, 76,2% dos indígenas; 55,23% das crianças; e 68,85% dos doentes crônicos. Não há um percentual de professores a serem imunizados, visto que o Ministério da Saúde só divulgou a taxa estadual. Em Lajeado, cerca de 550 educadores já receberam a dose. NR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui