Autores de tentativa de latrocínio ocorrida em Lajeado são condenados

O crime aconteceu no dia 11 de fevereiro de 2021, na Rua Bento Rosa. Na ocasião, dois indivíduos atacaram a vítima, de 36 anos, com forte violência


0
Foto: Draco / Divulgação

Foi condenado a 10 anos e sete meses de prisão um dos autores de uma tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte), ocorrido em Lajeado. O crime aconteceu no dia 11 de fevereiro de 2021, na Rua Bento Rosa. A sentença foi decretada pelo juiz da 1ª Vara Criminal do município. O indivíduo de 19 anos, considerado o autor intelectual, está preso desde o dia 26 de fevereiro e vai permanecer recolhido no Presídio Estadual de Lajeado, onde irá cumprir a pena em regime inicialmente fechado.

As investigações foram coordenadas pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e identificaram os responsáveis pelo crime quando a vítima ainda estava internada na UTI do Hospital Bruno Born. O alvo permaneceu na UTI por 24 dias e outros sete em recuperação. Segundo o delegado Dinarte Marshall Júnior, o rapaz premeditou toda a ação, desejando desde o início matar e roubar a vítima. Ela já havia tido outros encontros sexuais com o alvo e, na data do fato, saiu de casa munido de uma faca. O criminoso ainda encontrou outros dois indivíduos, que iriam participar da emboscada. Um deles, no entanto, desistiu da ação.

O trabalho de apuração da Draco também chegou a localização do jovem que agrediu a vítima. O adolescente, de 17 anos, foi apreendido no dia 5 de março e conduzido até a Fase de Porto Alegre. Ele estava escondido no Bairro Conservas desde a prisão do seu comparsa. Ao menor, foram aplicadas medidas socioeducativas de internação, as quais serão cumpridas na Fase.

Relembre o crime

A tentativa de latrocínio aconteceu por volta das 19h do dia 11 de fevereiro, no Bairro Carneiros. Na ocasião, dois indivíduos atacaram a vítima, de 36 anos, com forte violência. Eles teriam se encontrado em um local afastado com a promessa de manterem relações sexuais. A dupla atacou o alvo com socos, chutes, golpes de faca na região do abdômen e peito, além de terem utilizado uma estaca de madeira para perfurarem o pescoço dele. A vítima foi abandonada num matagal, a beira do rio, e conseguiu se arrastar morro acima, sendo encontrada por populares. AD

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui