Presidente do DEM de Lajeado renuncia e partido não apoiará chapa do MDB

Michel de Oliveira deixou o cargo no domingo, após discordâncias internas sobre possível coligação.


1

O DEM não irá mais coligar com a chapa do MDB que disputa a Prefeitura de Lajeado. Neste domingo (13), o presidente municipal da sigla, Michael de Oliveira deixou o cargo e o partido após discordâncias sobre o apoio no pleito de Lajeado.

Ainda no primeiro semestre de 2020, o DEM abriu mão da candidatura própria de Gilberto Schmidt para apoiar a chapa do MDB. Em convenção neste sábado (12), o MDB aprovou dos nomes de Márcia Scherer e Paulo Tóri como pré-candidatos a prefeito e vice, respectivamente.

O presidente regional do DEM e tesoureiro da executiva estadual, Felipe Diehl disse não aprovar a coligação com a chapa, pelo fato de o PT também estar apoiando a candidatura de Márcia. Já Oliveira não se mostrou disposto a buscar coligação com as chapas do PP, encabeçada por Marcelo Caumo e do PSB, de Daniel Fontana.

Desta forma o DEM fica, momentaneamente, sem presidente em Lajeado e sem apoiar nenhuma chapa. A sigla também não tem nome para disputar a Câmara de Vereadores.

O PT deverá oficializar seu apoio ao MDB em convenção online na noite desta segunda-feira (14). O Podemos, que chegou a conversar com o MDB, definiu por apoiar a chapa de Daniel Fontana em convenção neste domingo.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br


1 comentário

  1. Márcia Scherer e um bom nome, mas não terá meu voto pelo simples fato de estar coligado ao PT, o partido que mais roubou o BRASIL.
    PT nunca mais e quem coligar com essa quadrilha, meu voto não ganha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui