3 de novembro: Dia da Instituição do Direito ao Voto Feminino

O ato vai além de eleger um político, é o exercício da cidadania e representatividade


0
Foto: Divulgação

Hoje faz 91 anos que as brasileiras podem, oficialmente, votar. Isso significa que muitas de nossas avós, bisavós ou até mesmo nossas mães não puderam eleger seus representantes. O que hoje é um direito de todos, independente de raça, gênero ou opção sexual, antes era um privilégio de homens brancos e ricos.

O dia 03 de novembro relembra essa luta e tem o intuito de  valorizar esse movimento de protagonismo feminino tão importante para a igualdade social e política no Brasil.

Apesar de a maior parte do eleitorado brasileiro ser mulher, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil ocupa a nona posição, entre onze países latino americanos, no que diz respeito à participação política feminina. O Mapa da Política de 2019, elaborado pela Procuradoria da Mulher no Senado, corrobora esse índice: dos 70 mil cargos eletivos, apenas 12,3% é ocupado por alguém do gênero feminino.

Fonte: Defensoria Pública

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui