Lajeado deve implementar sistema rotativo não pago de estacionamento

Carlos Kayser destaca que Stacione não pretende ampliar rotativo em direção à Pasqualini.


0
Foto: Kainan Oliveira

De acordo com o presidente do Sindilojas, Giraldo Sandri, os problemas relacionados ao estacionamento sempre existiram. Ele relata que onde há concentração de comércio, existe uma dificuldade maior ainda por causa de carros que ficam estacionados o dia inteiro no rotativo. “São muitas lojas que passam por isso, em muitas quadras da cidade”, cita.


ouça a entrevista


Segundo o coordenador do Departamento de Trânsito, Carlos Kayser, ampliar o rotativo pago não recebe boas vistas da comunidade; contudo, há necessidade de existir a rotatividade para uma boa saúde do estacionamento. “Surgiu como alternativa das entidades representativas, colocar placas de tempo de paradas […] Sabemos que a fiscalização disso não é fácil. É difícil fiscalizarmos isso no dia a dia, mas, onde existem placas, […] em geral, o pessoal acaba respeitando”

Kayser destaca que a empresa que exerce o rotativo em Lajeado não tem interesse em ampliar o rotativo pago em direção à Pasqualini. Ele exalta que a empresa não tem interesse em assumir o rotativo nas quadras, e isso faz com que se crie a necessidade de criar um sistema de rotativo não pago. Haverá um teste inicial entre as quadras 25 de julho e Dom Pedro II. Kayser cita ainda que o bom senso deve prevalecer por parte dos motoristas, evitando, assim, problemas para a comunidade, lojistas e público em geral.

Sandro destaca que a população está aceitando a ideia de não ter que pagar pelo rotativo. “Uma iniciativa sem custo é bem aceita, e junto aos empresários é uma necessidade, e para o cliente é uma facilidade porque ele não necessita mexer no bolso para usufruir”, destaca.

Ambos dirigentes destacam que muitas vezes os lojistas e trabalhadores estacionam no rotativo e ficam o dia todo parados ali, sem compreender a funcionalidade e a necessidade de rotacionar as vagas de estacionamento para o público que usufrui do comércio. KO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui