A concentração demasiada nas tristezas pode ofuscar a luz para um novo caminho

Confira o comentário da jornalista, psicóloga e psicanalista clínica Dirce Becker Delwing.


0
Foto: Dirce Becker Delwing

Estou lendo um livro, em forma de guia gráfico, que trata sobre as principais frases ditas pelo filósofo alemão Friedrich Nietzsche. Ele, que viveu de 1844 a 1900. Das várias reflexões que estão nesta obra, organizada por Laurence Gane, destaco o dizer que aparece na página108, e, que, originalmente, está no livro “Além do bem e do mal”:

“Aquele que luta contra monstros deve cuidar para não se tornar um. Quando se olha muito tempo para o abismo, o abismo olha para você”.

Muitas interpretações são possíveis a partir desse dizer, entre eles, o entendimento de que, se tu alimentas um sentimento de raiva por alguém que não foi correto contigo, corres o risco de, com o passar do tempo, te tornares uma pessoa raivosa também.


ouça a participação 

 


 

Se ficares repetindo, seguidas vezes, aquilo que vês de errado no outro poderás te envenenar com tuas próprias palavras. No mínimo, deverás te questionar porque teus olhos se concentram tanto nos defeitos do próximo.

Se ficares o tempo todo olhando para tuas tristezas, terás dificuldade para enxergar qualquer feixe de luz que poderá te mostrar novas possibilidades de vida.

Se te debruçares demais sobre teus fracassos, talvez deixarás de ver onde já acertaste na vida.

Isso não significa que deves passar por cima de ofensas e desrespeitos que os outros possam vir a ter contigo. Nietzsche seria o primeiro a dizer que uma pessoa madura e segura de suas convicções é capaz de mostrar para o outro quando ele não foi correto, servindo como uma forma de pontuar que o outro deve te respeitar, e, ainda, para que ele possa rever suas atitudes.

Também é importante entender que todos temos o direito de ficar tristes e, inclusive, há situações na vida em que não tem como não chorar, não tem como não ficar cabisbaixo, mas, assim que possível, devemos tentar reerguer a cabeça.

Por fim, não olhe apenas para aquilo que você fez de errado no passado, veja todos os acertos que já teve. Lembre-se de todas as bondades que já fez nessa vida. Assim, sentirá alegria e motivação para ser uma pessoa melhor a cada amanhecer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui