Foto de homem nu gera polêmica em campanha da marca Valentino

Críticos entenderam que um homem de cabelos longos não poderia se despir para estrelar uma campanha voltada ao público feminino


0
O fotógrafado Michael Bailey Gates fez um autorretrato para a Valentino (Foto: Reprodução / Instagram)

Uma foto publicada nas redes sociais da Valentino gerou muito discussão no último sábado (10), por mostrar um homem nu segurando uma bolsa. Embora, a nudez artística sempre tenha feito parte da moda ao longo da história, as críticas foram pela questão de gênero.
Alguns entenderam que um homem de cabelos longos não poderia se despir para estrelar uma campanha voltada ao público feminino. Houveram até acusações de que a imagem poderia “envenenar as crianças” e “desrespeitar as mulheres”.

Para Pierpaolo Piccioli, diretor artístico da Valentino, a maldade está nos olhos de quem vê.
“Essa foto é o autorretrato de um jovem bonito, o mal está nos olhos de quem vê, não em seu corpo nu”, escreveu o estilista em seu perfil no Instagram.

LEIA A MENSAGEM COMPLETA DE PIERPAOLO

“Depois que postamos essa foto na Maison Valentino, muitas pessoas reagiram com comentários agressivos e odiosos. Meu trabalho é entregar minha visão de beleza de acordo com o tempo em que estamos vivendo; que a beleza que consideramos bela seja um reflexo dos nossos próprios valores. Estamos testemunhando uma enorme mudança na espécie humana, os movimentos de autoconsciência são todos guiados pela mesma ideia: a evolução é possível se a igualdade for possível, se a inclusão for possível, se os direitos humanos forem defendidos e a liberdade de expressão protegida e nutrida.

O ódio não é uma expressão, o ódio é uma reação ao medo e o medo pode facilmente se transformar em violência, que pode ser um comentário ou uma agressão a dois homens se beijando no metrô.

Temos de enfrentar e condenar todas as formas de violência, ódio, discriminação e racismo, e tenho orgulho de usar minha voz e meu trabalho para fazer isso, agora e sempre. Esta foto é um autorretrato de um jovem bonito, o mal é nos olhos de quem vê, não em seu corpo nu.

Mudar é possível, nunca ninguém disse que seria fácil, mas estou preparado para enfrentar as dificuldades em nome da liberdade, do amor, da tolerância e do crescimento.”

Fonte: Vogue Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui