“A gente acredita no potencial do Vale”, afirma operador de turismo que trará o Cisne Branco a Lajeado

O barco será uma das atrações da edição conjunta da Expovale e Construmóbil em 2022


0
Luis Librelotto fala sobre a vinda do Cisne Branco para a região (Foto: Fernanda Kochhann)

Símbolo do turismo fluvial gaúcho, o Cisne Branco vai retornar ao Vale do Taquari após 20 anos. O barco será umas das atrações da edição conjunta da Expovale e Construmóbil deste ano e fará quatro passeios diários entre 12 e 15 de novembro.

Cada tour terá duração de 1h30, com capacidade para 280 pessoas e trajeto que vai até o município de Cruzeiro do Sul, retornando ao paredão do Bairro Carneiros. O percurso apresenta a história do Rio Taquari e, especialmente de Lajeado. Os passeios ocorrerão às 9h, 11h, 14h e 16h, sendo que o percurso do meio-dia envolverá almoço, com cardápio típico da gastronomia regional. Para o turno da noite, ainda está em negociação a oferta de jantares temáticos (alemão, italiano e português) no barco, com capacidade para 150 pessoas.

 

O gerente comercial da operadora Librelotto Tour, Luis Librelotto, afirma que a expectativa é desenvolver o turismo no vale, trazendo o barco e expondo as possibilidades da região. Librelotto destaca que os roteiros turísticos do Vale “não perdem pra nenhum roteiro da serra e são até mais encantadores por ter uma variedade de empreendedores”.

Os ingressos serão comercializados com antecedência, a partir R$ 35,00, com previsão para início de vendas em agosto. Librelotto salienta que “quem adquirir o ingresso vai ter condição especial de acesso à Expovale”.

O barco, de três andares, foi reformado recentemente e possui todos os itens de segurança, com coletes salva-vidas à disposição dos passageiros. Atualmente, o Cisne Branco está ancorado em Porto Alegre e realiza os passeios tradicionais. Para chegar ao Vale do Taquari, o percurso terá duração de 12h, saindo do Lago Guaíba, passando pelo Rio Jacuí, pelos município de Triunfo, Taquari, Bom Retiro do Sul e Estrela, até chegar em Lajeado.

Texto: Fernanda Kochhann
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui