”A gente passa um tempo distante e sente falta”, diz paciente que recebeu visita do seu cachorro

Em tratamento contra um agressivo câncer, internado no HBB desde o dia 29 de julho, Gilmar Michel recebeu a visita do seu fiel companheiro Marley neste sábado


0
Paciente Gilmar Michel, a esposa Elis Regina Mattei, a tia Erica Gehardt e a técnica em enfermagem, Rosele Garibotti (Foto: Caroline Silva)

Um vídeo nas redes sociais do Hospital Bruno Born (HBB) e também veiculado pelo site da Rádio Independente mostra o emocionante reencontro de um paciente internado na instituição desde o dia 25 de julho para tratamento de um agressivo câncer no nervo da coluna com metástase no restante dos órgãos, com o seu cão chamado Marley. A visita ocorreu neste sábado (14).


OUÇA A REPORTAGEM 


Gilmar Michel de 49 anos fala que o ”bebê”, como também chama seu companheiro, o reconheceu e deu gritos de alegria. “A gente passa um tempo distante e sente falta, foi muito impactante receber ele aqui até porque quando ele me viu saiu aos gritos. Como ele sente falta, a gente também sente”, conta.

Marley tem apenas nove meses e o paciente diz que é um cachorro bastante esperto e brincalhão. A ideia da visita surgiu por meio de uma conversa com sua esposa. Ele fala que tudo foi muito rápido para obter a autorização da casa de saúde. “Foi muito rápido, pedimos autorização, o médico liberou, estava tudo em dia com a carteira de vacinação dele e tudo aconteceu. Simplesmente Marley veio visitar um paciente assim como uma pessoa vem”, comenta.

A técnica de enfermagem, Rosele Garibotti, que inclusive aparece no vídeo trazendo Gilmar na cadeira de rodas, conta que o momento ficará para sempre em sua memória. “Foi uma emoção muito grande e queria agradecer por ter tido a oportunidade de vivenciar esse reencontro. Foi um momento único que ficará sempre na lembrança. Foi especial demais fazer parte disso”, destaca.

O paciente ainda faz uma reflexão acerca do amor entre homem e cachorro. “Trate um cachorro por 30 dias e ele vai te conhecer por anos. Ele vai continuar sendo meu bebê”, declara.

A visita foi acompanhada e autorizada pelo HBB, e ocorreu com todos os cuidados. O momento foi possível devido ao programa Visita Pet, do hospital, que existe desde 2019.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui