A vigilância em Saúde amplia monitoramento sobre a variante P1 do coronavírus no Rio Grande do Sul

A P1 é um tipo de mutação que está associada ao aumento dos casos de coronavírus em Manaus.


0

Após a confirmação, na semana passada, do primeiro caso infectado pela variante P1 do coronavírus, o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) reforçou o monitoramento sobre possíveis outros casos e já enviou 65 amostras de exames RT-PCR de pacientes gaúchos para análise na Fiocruz, no Rio de Janeiro. A P1 é um tipo de mutação que está associada ao aumento dos casos de coronavírus em Manaus e, até o momento, segue o padrão de apresentar um agravamento dos casos de forma mais rápida, comparado a outras formas do vírus.

O trabalho da vigilância priorizou casos recentes da Serra (região onde foi detectado esse primeiro caso de P1 no RS), outros ocorridos em Porto Alegre e regiões de divisa (possíveis pontos de entrada), assim como em demais cidades do Estado (para abranger uma maior área geográfica). O prazo para o resultado do sequenciamento genético dessas amostras é de até 21 dias.

Fonte: O Sul


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui