Abrigo São Chico recebe R$ 300 mil para melhorias e projeto social

Verba federal exige a abertura de novas vagas na entidade.


0
Novos banheiros estão sendo construídos(Foto: Caroline Silva)

Por conta da pandemia, o abrigo São Chico recebeu uma verba federal no valor de R$ 300 mil durante três meses para que sejam feitas melhorias em sua estrutura e também a realização de atividades educativas. O lar foi beneficiado com a quantia através de um pedido da Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sthas) ao governo federal. O Ministério da Cidadania revelou que em Lajeado existem 125 pessoas em situação de rua, por isso o benefício também exige que a casa disponibilize novas vagas.


OUÇA A REPORTAGEM 


 

Dormitório móvel recebeu novas camas de beliche (Foto: Caroline Silva)

Atualmente o lar abriga 44 pessoas, 40 homens e quatro mulheres. Com a mudança, serão abertas 18 lugares noturnos e 47 diurnos. “Esse projeto é para atendimento dessas supostas 125 pessoas. Estamos fazendo as abordagens sociais para estar identificando qual público é esse que não acessa o abrigo, então esse recurso vem para atendimento das pessoas de uma forma educativa”, explica a coordenadora do abrigo, Luana Dias Pereira. Uma das mudanças que também já está sendo realizada por meio da verba são melhorias na estrutura do abrigo, como a criação de um dormitório móvel, a construção de novos banheiros e ampliação da área de lazer.

A titular da Sthas, Céci Gerlach, diz que esperavam recursos para poder ampliar o lar e os acolhimentos. “É preciso muito investimento, é preciso ter recursos, e atualmente os recursos que nós disponibilizamos é para fazer esse repasse dos atendimentos que se tem até os dias de hoje. E não perdemos a oportunidade de aproveitar esse recurso disponibilizado pelo governo federal para idealizar o que já vínhamos planejando há muito tempo”, comenta.

Atividades pedagógicas também devem ser colocadas em práticas neste período, como diz o educador social, Tiago Bueno. “Eles utilizam o espaço, mas não temos um ambiente que propicie uma atividade de desenvolvimento, então surgiu essa demanda que proporcione um desenvolvimento emocional e intelectual aos atendidos.”

O projeto também oferecerá oficinas de música, mas, para isso, a casa necessita de doações de instrumentos musicais. “A gente está fazendo a arrecadação de qualquer instrumento, violão, flauta, gaita de boca, tambor, porque a partir do momento que tivermos esses materiais vamos conseguir elaborar essa oficina com eles, que é um trabalho bem espontâneo, não queremos impor nada”, comenta o educador social, Jerônimo Schul.


Coordenadora,Luana Dias Pereira, e os educadores sociais, Jerônimo Schul e Tiago Bueno (Foto: Caroline Silva)

Como ajudar

Quem quiser doar qualquer instrumento musical pode ligar para o telefone (51) 3726-3665 ou ir até o abrigo São Chico, na Rua Coronel Pontes Filho, 521, Florestal.

Texto: Caroline Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui