“Acabou com nossa qualidade de vida”, dizem moradores sobre mau cheiro vindo de indústria em Teutônia

Um abaixo-assinado foi enviado à prefeitura e à Fepam com mais de 100 assinaturas somente do loteamento Alto da Coxilha, no Bairro Canabarro


0
Moradores pedem solução para mau cheiro de empresa (Foto: Caroline Silva)

Desde o ano passado a vida não é mais a mesma para quem mora no Bairro Canabarro, em Teutônia, nas proximidades da indústria farmacêutica Bt Bio Company. Isso porque, conforme os moradores, há um forte mau cheiro vindo da empresa que incomoda o convívio das famílias.


ouça a reportagem

 


O presidente da associação de moradores do bairro, João Abreu, conta que de julho a dezembro de 2020 sofreram com o odor, e em outubro enviaram um abaixo-assinado para a prefeitura com mais de 100 assinaturas somente do loteamento Alto da Coxilha. “Num primeiro momento, fizemos uma reunião com a empresa de uma forma amigável. E a partir daí nos pediram paciência, mas o cheiro foi cada vez mais intenso, e foi aí que nos mobilizamos e organizamos esse abaixo-assinado com mais de 100 assinaturas somente dos moradores mais próximos”, comenta.

O documento também foi enviado para a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). O presidente fala que o forte cheiro retornou na semana passada e acabou com a qualidade de vida dos moradores. “O cheiro é horrível e acabou com nossa qualidade de vida. Já tentamos de diversas maneiras e estamos pedindo apoio da comunidade em geral para nos ajudar. Não estamos pedindo nada demais, só o direito de ter nossa vida de volta, porque depois que essa empresa começou a operar aqui terminou com nossa qualidade de vida”, desabafa.

O mesmo diz o morador Aldones Machado. Ele lembra que na semana passada chegou a passar mal devido o forte cheiro ao chegar em casa. “Sexta, cheguei em casa e o cheiro era tão forte que acabei tendo náusea, e sábado, quando passei nas proximidades da empresa, o cheiro era tão intenso que mesmo com todos os vidros do carro fechados, o odor era muito forte”, conta.

Indústria do ramo farmacêutico está situada às margens da ERS-128 (Foto: Caroline Silva)

“Queremos que a indústria fique em Teutônia”

Em entrevista ao programa Redação no Ar nesta segunda-feira (19), o prefeito de Teutônia, Celso Forneck, disse que querem que a empresa permaneça no município, mas não admitem a situação de mau cheiro.

“Chamamos a empresa em abril para conversar sobre o assunto, e ela se comprometeu conosco que isso não iria mais ocorrer e que isso teria sido um acidente. Estava tudo tranquilo e, para nossa surpresa, na semana passada, voltou a ter esse cheiro forte. Queremos que a indústria fique em Teutônia, mas não podemos aceitar que os moradores sofram de mau cheiro em função da empresa”, ressalta.


ouça a entrevista

 


Conforme Forneck, a situação precisa ser tratada pela Fepam. Até o fechamento desta reportagem, a empresa não havia respondido as perguntas enviadas pela Rádio Independente.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui