Ação conjunta da Polícia evita ataque a bancos em Guaporé e Serafina Corrêa

Um dos presos é ex-policial especialista em explosivos.


0
Foto: BM

A união de forças da Brigada Militar e Polícia Civil nesta terça-feira (5) evitou possíveis assaltos nos municípios de Guaporé e Serafina Corrêa. Foram pegos quatro criminosos que planejavam realizar roubos à instituições financeiras.

Conforme a polícia, o ataque aconteceria ao longo desta semana. Os policiais, em posse de detalhes da movimentação da quadrilha, prenderam por volta das 17h, no Bairro Rubem Berta em Porto Alegre, um ex-servidor da segurança de Santa Catarina, de 55 anos. O criminoso, envolvido na morte de dois policiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em 2001 e assaltos, é especialista em explosivos e encontrava-se foragido do sistema prisional. Ele possuía mandado de prisão em seu desfavor com pena de 96 anos de reclusão. No imóvel onde foi localizado, os policiais também efetuaram a prisão de mais um casal (homem com 38 e mulher com 20 anos), residente em Guaporé. Também foi apreendido veículo Fiat Uno emplacado em Viamão e com registro de furto/roubo.

Ainda de acordo com a Polícia, a partir de troca de informações, chegou-se ao conhecimento de que indivíduos oriundos de Porto Alegre e Santa Catarina realizariam um roubo a estabelecimento bancário, com uso de explosivos.

Com conhecimento que integrantes do bando estariam circulando pela região de Guaporé, a Força Tática da Brigada Militar realizou ações específicas. Por volta das 20h, no Bairro Planalto, a guarnição abordou um homem de 28 anos, já conhecido do policiamento. Ele violava a determinação da Justiça, pois deveria estar em prisão domiciliar, em Soledade. Ainda, conforme apurado, o indivíduo tem envolvimento com os três presos na Capital. Ele foi recolhido ao sistema prisional. MS/Rádio Aurora

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui