Ação do Crie Smart Cities interage com a população na busca por melhorias na mobilidade urbana de Lajeado

Evento é promovido pela Univates e os dados obtidos serão repassados para prefeitura através da Secretaria do Planejamento, Urbanismo e Mobilidade


0
A ação iniciou por volta das 10h desta quinta-feira e se estenderá até as 16h na Avenida Benjamin Constant (Fotos: Gabriela Hautrive)

Por meio de perguntas e painéis interativos, pessoas que circulam pela Avenida Benjamin Constant, no Centro de Lajeado, estão sendo abordadas entre as 10h e 16h desta quinta-feira (12). A ação realizada pela Universidade do Vale do Taquari (Univates) tem o propósito de buscar o diálogo com a comunidade sobre o conceito de “Ruas Completas” em um projeto chamado de cidades inteligentes. O assunto será discutido durante o evento Crie Smart Cities da Univates, que começa no dia 23 de agosto.


OUÇA A REPORTAGEM 

 


Os resultados da pesquisa popular e da oficina que será realizada durante a programação, serão compartilhados com a Prefeitura de Lajeado, através da Secretaria do Planejamento, Urbanismo e Mobilidade (Seplan), buscando melhorias para mobilidade urbana da cidade.

Conforme o professor do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Univates, Marcelo Arioli Heck, o movimento atua como um formato preliminar do que vai acontecer no Crie. “Uma cidade inteligente busca dialogar com a população, então com os painéis e as perguntas, consultamos as pessoas sobre o que elas entendem sobre uma rua completa e o que falta no local para que se torne uma completa”, relata.

Há demandas relacionadas a mudanças para mais vegetação no local, espaços nas calçadas, ciclovias e ciclofaixas, segundo explica o professor. “Que elementos que faltam para tornar essa rua melhor, para que o no entendimento da pessoa seja uma rua completa”. Cerca de uma hora após o início da ação, cerca de 15 pessoas haviam sido abordadas, conforme o arquiteto. “É uma abordagem bem tranquilo, um evento espontâneo, é uma pesquisa de opinião rápida.”

A atividade também está associada ao concurso “Um Parklet para Lajeado”, que tem como objetivo incentivar a inovação e a sustentabilidade no aproveitamento dos espaços urbanos. “Uma proposta que a prefeitura autorizou agora para instalação desses equipamentos que buscam uma ampliação da calçada com espaço público, utilizando uma duas vagas de estacionamento”, conta. O concurso tem como público-alvo os estudantes e o resultado será divulgado no final do Crie Smart Cities. “Todos esses resultados serão dialogados e levados para prefeitura justamente para impulsionar essas ideias que achamos fundamentais para pensar em uma cidade mais humana”, pondera.

Além da mobilidade urbana, o Crie aborda outros temas como sustentabilidade, governança das cidades, transformações tecnológicas e qualidade de vida, no evento que acontece de 23 a 27 de agosto. A programação é online e tem o objetivo colocar a comunidade acadêmica no protagonismo do ecossistema colaborativo. A palestra de abertura será sobre “sustentabilidade, o futuro das cidades inteligentes” com mediação da jornalista Sônia Bridi, que aborda a importância de as cidades serem sustentáveis, o respeito ao ambiente e seus ecossistemas e a correlação dos cidadãos. Sônia Bridi atualmente é repórter especial do Fantástico.

Inscrições

Conforme informações da assessoria de imprensa da Univates, as inscrições do Crie são gratuitas e podem ser realizadas em www.univates.br/criesmartcities. Ao acessar a programação, deve-se selecionar a atividade na qual quer participar. É possível selecionar mais de uma atividade e também atividades em dias diferentes. Após escolher as atividades, deve-se clicar no botão “inscreva-se”, na barra roxa na parte inferior da página, para finalizar a inscrição. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail eventos@univates.br.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui