Acil promove reunião com empresários e CCR ViaSul para debater terceira pista entre Lajeado e Estrela

Principais pontos trazidos pelos empresários foi a construção de uma rua lateral em frente ao shopping e acesso na Rua Bento Rosa


2
Coordenador de engenharia da concessionária CCR Via Sul Fábio Hirsh (Foto: Caroline Silva)

A Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) realizou na manhã desta sexta-feira (1º) uma reunião entre empresários associados da entidade e equipe da CCR ViaSul para falar sobre a terceira pista na BR-386, entre Lajeado e Estrela. O coordenador de engenharia da concessionária, Fábio Hirsh, comandou a conversa.

Hish fala que a obra deve iniciar em junho. “O projeto executivo já está na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e nosso cronograma prevê iniciar na primeira quinzena de junho. Atuaremos ao longo dos próximos meses até fevereiro de 2024 quando vamos entregar uma rodovia completamente diferenciada, iluminada, com segurança e conforto”, afirma.

Algo bastante comentado pelos empresários foi a possibilidade de acessos na rodovia. O coordenador explica que qualquer proprietário de empresa pode apresentar um projeto, e recebe apoio técnico da CCR ViaSul. “A concessionária recebe um pacote de obras que vem no seu contrato de concessão e que ela tem que cumprir, quando um empresário quer implantar uma empresa nova, aquele acesso particular é de responsabilidade do empresário. A concessionária recebe esse empresário e dá o apoio técnico para ver se o projeto dele impacta na rodovia e se temos uma obra prevista naquele local”, comenta.

O vice-presidente de relações institucionais da Acil, Nilto Scapin, pontua duas demandas mais importantes trazidas pelos empresários, e que conforme ele, serão levadas também ao governo municipal. “Uma das demandas é uma rua lateral em frente ao shopping, que precisamos envolver a prefeitura e a CCR e o outro ponto é na Rua Bento Rosa, o acesso ao centro e ao Bairro Carneiros. Entendemos que é o segundo ponto mais movimentado da cidade e temos que dar uma atenção especial, atendendo a todos”, explana.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

2 Comentários

  1. São obras importantes mas não vejo nenhum projeto de novo acesso para Estrela, que ficou “esquecida” na duplicação da rodovia, sendo o trevo o único e congestionado acesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui