Adele é acusada de plágio pelo compositor de “Mulheres”, popular na voz de Martinho da Vila

Conforme as provas apresentadas, são 88 compassos semelhantes. Acumulados, isso significaria três minutos e dois segundos da canção, ou seja, 87% de "Million Years Ago"


0
Para brasileiro, melodia de canção da inglesa é plágio de "Mulheres" (Foto: Divulgação)

Autor da música “Mulheres”, popularizada na voz de Martinho da Vila, o compositor brasileiro Toninho Geraes entrou com uma ação contra Adele. Segundo ele, a cantora britânica teria plagiado a canção na faixa “Million Years Ago”, do disco 25, lançado em 2015. O caso foi revelado pela revista Veja, que teve acesso às duas notificações extrajudiciais enviadas para Adele, para a gravadora XL Recordings/Beggars Group, para o grupo Sony Music e para o produtor Greg Kurstin.

Conforme as provas apresentadas, são 88 compassos semelhantes. Acumulados, isso significaria três minutos e dois segundos da canção, ou seja, 87% de “Million Years Ago”

De todos os acusados, somente a Sony respondeu formalmente, informando que a responsabilidade recai sobre a gravadora inglesa e Adele.

Esta não é a primeira vez que uma música da cantora é envolta em polêmica. A mesma faixa já foi acusada de ser plágio de “Hay Amores”, cantada por Shakira. “Hello”, também do disco 25, foi considerada uma cópia de “Martha” pelos fãs de Tom Waits.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui