Festival Internacional de Vôlei ocorre durante o final de semana em Estrela

Solenidade de abertura do 15º Festival Internacional de Vôlei Cidade de Estrela, que contou com presença de até ex-campeão olímpico, foi nesta sexta-feira (17)


0
Foto: Reprodução/Frepik

Ocorreu na tarde desta sexta-feira (17) a abertura do 15º Festival Internacional Cidade de Estrela de Vôlei Feminino. Os jogos, que tiveram início na última quarta-feira (15) e se estendem até o próximo domingo (19), movimentam mais de 1,3 mil atletas de 12 a 18 anos, representantes de 82 times de seis estados do Sul e Sudeste do Brasil e também da Argentina.

A competição, uma promoção da Associação Vale do Taquari de Esportes (Avates) e Colégio Martin Luther (CML), em parceria com o Governo de Estrela e demais parceiros, conta com a chancela da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). A abertura ocorreu no ginásio Cristo Rei. “Um evento desta importância e dimensão, diversidade e representatividade só se constrói graças ao empenho de pessoas dedicadas e parceiros. Peço a vocês, meninas, jovens: agradeçam a aqueles que muito trabalham e se empenham, inclusive seus pais, muitos deles aqui também presentes, para que vocês possam vir aqui brilhar. Virem estrelas em Estrela”, disse o prefeito do município, Elmar Schneider.

Campeão Olímpico

A presença de clubes tradicionais do vôlei, como Sogipa-POA e Pinheiros-SP, ou mesmo de outros ligados ao mundo do futebol mas que também investem muito nas quadras, como os cariocas Flamengo e Fluminense, trouxeram a Estrela dezenas de técnicos e demais integrantes de comissões técnicas, inclusive da CBV. Dentre eles, Paulo André Jukoski, ou ‘Paulão’ como ficou conhecido no mundo do vôlei, Integrante da primeira seleção brasileira masculina de vôlei campeã olímpica, em Barcelona-1992 (participou ainda das olimpíadas de Seul-1998 e Atlanta-1996 – 15 anos de seleção), Paulão veio a Estrela acompanhando seu clube: o Vôlei5 – Escola de Vôlei, de Florianópolis. Sorridente, Paulão se diz feliz pela oportunidade proporcionada pelo festival e por poder estar presente, mais uma vez, em Estrela. “Vim aqui, para este mesmo festival, outras vezes, mas então como pai, acompanhando de minha filha, Pietra, que jogava. Fico feliz por retornar agora dentro da quadra, não como atleta é claro, mas como técnico de minha equipe sub-16. Muito jovem ainda, mas que estamos investindo, inclusive em experiência, e por isso nem pensei duas vezes antes de garantir presença aqui”, explica.
Centenas de partidas

Ao todo serão 327 partidas programadas para ocorrerem diariamente em sete quadras de quatro ginásios (Ito Snel, Centro Comunitário Cristo Rei; Soges Centro e Ensino Médio) por três categorias que envolvem três faixas etárias de 12 a 18 anos: sub-14 (2009/10); sub-16 (2007/08); sub-19 (2004/05/06). As finais estão agendadas para o domingo (19), dia de premiação e encerramento. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui